16/09/2020 15h09

SC tem só uma região em alerta máximo para Covid-19

Em comparação com a semana passada, duas regiões melhoraram a classificação

PUBLICIDADE
Fonte: NSC (Foto: Diorgenes Pandini)

Fonte: NSC (Foto: Diorgenes Pandini)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O mapa de risco da pandemia que será divulgado pelo Governo do Estado nesta quarta-feira (16) traz apenas a região Nordeste em vermelho, que indica nível gravíssimo. Em comparação com a semana passada, duas regiões melhoraram a classificação – Laguna e o Alto Vale do Rio do Peixe, que estavam em nível gravíssimo, baixaram para nível grave.

 

Nessa classificação, em laranja, aparecem 14 regiões do Estado. A exceção é para o Extremo Oeste, que pena segunda semana consecutiva aparece em amarelo, que indica nível alto de risco.

 

Nas regiões em nível grave e gravíssimo, permanecem suspensos shows, cinemas, teatros e outras atividades de lazer. Cada prefeitura recebe uma lista de recomendações do Estado com as medidas a serem tomadas.

 

mapa de risco 1609_0

Mapa de risco (Foto: Reprodução)

 

Desacelerou

 

A redução no número de regiões em nível gravíssimo de risco coincide com a desaceleração da pandemia em Santa Catarina, que vem sendo observada nas últimas semanas. Os mapas de avaliação de risco potencial, no entanto, alertam que ainda há pontos críticos a serem observados.

 

Classificação de risco (Foto: Reprodução)

Classificação de risco (Foto: Reprodução)

 

O principal deles, mais uma vez, é o isolamento social. O nível é gravíssimo no Alto Vale do Itajaí, região Carbonífera, Extremo Sul, Foz do Itajaí-Açu, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste e Planalto Norte.

 

Em relação à investigação, testagem e isolamento de casos, a situação é crítica no Alto Uruguai, Alto Vale do Itajaí, Carbonífera, Extremo Sul, Grande Florianópolis, Laguna, Médio Vale do Itajaí, Meio Oeste, Nordeste, Oeste e Serra.

 

O Estado também avalia a ampliação no número de leitos – gravíssima na região de Xanxerê – e a reorganização de fluxos assistenciais, que é o item melhor classificado.

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE