01/07/2020 17h14 - Atualizado em 01/07/2020 17h18

Responsável Técnico da Secretaria de Saúde de Taió dá esclarecimentos sobre os casos de Covid-19 no município

Dr. Michel Moreira falou sobre o assunto em vídeo divulgado pela Prefeitura

PUBLICIDADE
Fonte: Prefeitura de Taió

Fonte: Prefeitura de Taió

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Doutor Michel Moreira, Responsável Técnico da Secretaria de Saúde de Taió, deu alguns esclarecimentos a respeito dos casos de Covid-19 e seus exames de confirmação, bem como o atendimento médico e os protocolos de afastamento laboral por atestado médico concedido a estes pacientes suspeitos e que aguardam exames de confirmação do Coronavírus na tarde desta quarta-feira (01/07).

 

O ministério da saúde preconiza que os pacientes atendidos nos ambulatórios ou no pronto atendimento de Taió, em que o médico detecte sintomas de covid-19, sejam encaminhados aos órgãos de vigilância epidemiológica do município e lá sejam submetidos ao teste pelo método swab com coleta de secreção da orofaringe e nariz. Esse método detecta a presença de PCR, uma proteína reagente, encontrada nessas secreções de 3 a 4 dias após início de sintomas.


Como os pacientes são encaminhados após apresentarem sintomas, subentende-se que estes pacientes já estão em contato com o vírus a pelo menos 3 dias. Mesmo assim, a vigilância epidemiológica exige que o paciente tenha 5 dias de manifestação sintomática para realizar este exame. Então o exame é enviado ao laboratório central do estado, o LACEN, e tem retornado os resultados em aproximadamente 8 a 10 dias. Esse resultado corrobora se o paciente é ou não portador do Coronavírus.


Enquanto o paciente aguarda fica em isolamento vigiado e recebe um atestado médico de afastamento laboral.


O ministério da saúde preconiza que sejam 14 dias. Porém aqui adotamos afastamento inicial de 7 dias, e se o exame do LACEN resultar negativo antes desse período o paciente poderá retornar ao trabalho.


Se o exame retornar do LACEN após o período de 7 dias, novo atestado é dado ao paciente somando-se 14 dias de atestado médico. Se for positivo mantém-se o isolamento integral de 14 dias.


Este é o protocolo de conduta e procedimento validado pelo Ministério da saúde que deve ser acatado e obedecido pelos cidadãos do município de Taió frente situação de pandemia que nos encontramos.


Quanto ao exame sorológico feito no sangue vale ressaltar que o mesmo requer contato da pessoa com o vírus de 7 a 10 dias no mínimo e, para ser válido como negativo, deve ser repetido em 10 dias com novo negativo para a virose, já os casos positivos sim validam imediatamente a presença do Covid-19.

 

Confira o vídeo na íntegra:

 

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar AQUI.

PUBLICIDADE