01/08/2020 10h18

“Moisés demorou muito pra pedir ajuda”, diz Jorginho Mello sobre Impeachment

O parlamentar informou que Carlos Moisés lhe disse que não seria candidato à reeleição

PUBLICIDADE
Fonte: NSC

Fonte: NSC

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O senador Jorginho Mello (PL) afirmou nesta sexta-feira (31), em entrevista, que o governador Carlos Moisés demorou muito para lhe chamar para conversar e pedir ajuda para escapar do impeachment.

 

“Ele me convidou pra conversar. Estivemos juntos. Mas ele demorou para fazer isso. Nunca nos procurou antes e nem a bancada federal”, afirmou o senador.

 

Sobre a possibilidade de afastar o governador, Jorginho disse que o “impeachment sempre é um trauma, um atraso, mas às vezes é um remédio amargo inevitável quando não dá pra resolver politicamente”.

 

O parlamentar informou que Carlos Moisés lhe disse que não seria candidato à reeleição. Quanto à vice-governadora Daniela Reinehr, foi mais categórico. “A priori, não vejo envolvimento da vice”.

 

O filho do senador, advogado Filipe Mello, defende a vice-governadora.

 

“O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) me pediu que nós ajudássemos a vice”, declarou.

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar AQUI.

PUBLICIDADE