14/09/2021 14h30

Ministério da Infraestrutura assina convênio para investimentos nas rodovias federais de SC

Com o impasse resolvido, a expectativa é que o DNIT acelere o ritmo das obras pelo estado

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Governador Carlos Moisés com o ministro Tarcisio Gomes de Freitas (Foto: Secom SC)

Governador Carlos Moisés com o ministro Tarcisio Gomes de Freitas (Foto: Secom SC)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

O Ministério da Infraestrutura divulgou a assinatura do esperado convênio de cooperação entre o DNIT e o Governo de Santa Catarina para inclusão de recursos estaduais nas obras das rodovias BR- 470, BR-280, BR-163 e BR-285. Será nesta quarta-feira (15), às 15h, na Esplanada dos Ministérios.

 

Estarão presentes o ministro Tarcísio de Freitas, o governador Carlos Moisés e o General Santos Filho, Diretor-Geral do DNIT. O fórum parlamentar catarinense, que participou das negociações para o acordo, também foi convidado. 

 

O Estado injetará ao todo R$ 465 milhões nas obras de rodovias federais. A maior parte dos recursos – R$ 300 milhões – será usada na BR-470. São R$ 200 milhões para os lotes 1 e 2 da duplicação, e outros R$ 100 milhões para os lotes 3 e 4.

 

Outros R$ 100 milhões serão investidos na BR-163, mais R$ 50 milhões na BR-280, e R$ 15 milhões na Serra da Rocinha, na BR-285.

 

A assinatura do convênio ocorre após a Alesc ter aprovado o projeto de lei do Governo do Estado que reforçou a oferta de verbas, anteriormente prevista em R$ 350 milhões. O aumento do repasse foi a “cartada final” do governador Carlos Moisés diante da resistência do governo federal em aceitar a injeção de recursos, por discordâncias em relação aos lotes prioritários na BR-470.

 

A discussão teve pano de fundo político, já que enquanto do Governo do Estado defendia a aplicação de verbas nos lotes 1 e 2 da duplicação, mais adiantado, o senador Jorginho Mello (PL) trabalhava pela aplicação de recursos nos lotes 3 e 4, o que pulverizaria mais o investimento estadual.

 

Com o impasse resolvido, a expectativa é que o DNIT acelere o ritmo das obras pelo estado. 


POR: DAGMARA SPAUTZ – NSC TOTAL

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOK YOUTUBE.
PUBLICIDADE