24/05/2020 09h38

Hospital em SC está com todas as UTIs ocupadas, diz prefeitura

Região da Foz do Itajaí tem o maior aumento na taxa de ocupação de leitos de terapia intensiva de Santa Catarina.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú, no Litoral Norte está com todas as unidades de terapia intensiva lotadas. O comunicado foi feito na sexta-feira (22), mesmo dia em que um balanço feito pela Secretaria de Estado da Saúde apontou a região da Foz do Itajaí com o maior aumento na taxa de ocupação de leitos de UTI.

 

A região da Foz do Itajaí é composta pelas cidade de Itajaí, Balneário Camboriú, Navegantes, Camboriú, Penha, Bombinhas, Itapema, Balneário Piçarras, e Porto Belo.

 

Na tabela enviada na noite de sexta pela Secretaria de Saúde do estado, dos 1.210 leitos ativos de UTI em Santa Catarina, 739 estão ocupados. A média de ocupação por região fica entre 50 e 60%, mas a da Foz do Itajaí é de 82%. Dos 73 leitos ocupados nessa região, 21 estão atendendo pacientes com a Covid-19.

 

Na mesma noite, a prefeitura de Balneário Camboriú divulgou uma nota alertando para a lotação na UTI e no setor de emergência do Hospital Ruth Cardoso, o único que atende pelo Sistema Único de Saúde (SUS) no município.

 

A nota diz que, com a chegada de mais cinco pacientes em estado grave, a emergência do hospital ficou lotada na sexta. E que, devido ao estado gravíssimo desses pacientes, a equipe de médicos e enfermeiros fica dedicada exclusivamente a esses casos, o que impossibilita a atenção aos outros pacientes que aguardam no Pronto-Socorro, e que o resultado é a demora no atendimento.

 

A nota diz ainda que a direção do hospital entrou em contato com a regulação para desafogar o atendimento da emergência, mas que não houve aceitação por parte de outras instituições de saúde, e que não há previsão de alta dos pacientes que estão na UTI do hospital. Afirma que, mesmo assim, o hospital segue atendendo de portas abertas pacientes de toda a microrregião, por determinação judicial.

 

Outro lado

Por nota, a Secretaria estadual da Saúde disse que vem avaliando a situação diariamente para garantir a ampla assistência aos catarinenses. E que, em dois meses, o governo criou 396 novos leitos de UTI para pessoas com coronavírus e que nesta semana o Ministério da Saúde habilitou de 125 leitos de terapia intensiva, inclusive para o Hospital Ruth Cardoso.

 

Fonte/G1 SC

PUBLICIDADE