29/06/2021 15h23 - Atualizado em 29/06/2021 15h24

Segunda divisão catarinense tem histórico de equilíbrio e estruturas modestas

Competição inicia nesta terça-feira (29)

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

O Campeonato Catarinense da Série B chega à sua 35ª edição em 2021. 10 equipes participam da competição e jogam entre si em turno e returno. Os dois clubes com as melhores campanhas na primeira fase garantem presença na elite do futebol estadual de 2022. Além disso, disputam a final do torneio para decidir quem será o campeão. Os dois últimos colocados na classificação geral serão rebaixados para a série C no próximo ano.

 

A competição inicia nesta terça-feira (29), e está prevista para terminar em 19 de setembro com a segunda partida da final. Na primeira fase, em caso de empate por número de pontos entre equipes, são observados os seguintes critérios de desempate pela sequência: número de vitórias; melhor saldo de gols; mais gols a favor; confronto direto; menos cartões vermelhos; cartões amarelos e por último sorteio.

 

Pandemia e adiamento

 

Assim como a maioria das competições esportivas, a Série B do estadual sofreu os reflexos da pandemia. As equipes participantes chegaram a fazer algumas exigências para que a FCF alterasse o planejamento. Os clubes pediam que a entidade não exigisse exames de Covid-19 durante a disputa. O documento foi assinado por Atlético Catarinense, Caçadorense, Camboriú, Carlos Renaux, Fluminense, Guarani de Palhoça, Internacional de Lages e Nação. Os participantes queriam também que a entrada de público aos jogos fosse liberada durante a competição. A entidade vetou e garantiu que o campeonato irá iniciar sem a previsão de que a presença de torcedores seja liberada.

 

Estádios pequenos e estrutura inadequada são marcas do torneio

 

O futebol catarinense não possui grandes palcos se comparados com outros estados brasileiros. Além disso alguns clubes terão que jogar longe de seus domínios ou até em outras cidades devido à falta de estrutura compatível com a exigida pela Federação Catarinense de Futebol (FCF). O Barra de Balneário Camboriú, por exemplo, jogará em Itajaí, no Dr Hercílio Luz, quando for mandante. O Atlético Catarinense de São José manda os jogos no Orlando Scarpelli, na Capital do estado.

 

Para a edição de 2021 da Segunda Divisão, o maior estádio é a Arena Joinville com capacidade para 20.150 pessoas. O Fluminense jogará como mandante no estádio que pertence ao JEC. Já o menor campo fica em Tubarão no Sul de Santa Catarina. O Domingos Silveira Gonzales com capacidade para 1.706 torcedores é a casa do time que leva o nome da cidade.

 

Reviravoltas às vésperas revelam dificuldades de estruturação

 

Há poucos dias do início do campeonato algumas equipes enfrentam dificuldades para montar o elenco enquanto outras sofrem com burocracia. O Barra FC de Balneário Camboriú informou que o técnico Fabiano Soares, que estava há apenas dois meses no clube, deixou o time. Além dele os auxiliares Alexandre Veiga e Lucas Oliveira também saíram. O comunicado saiu há cerca de 10 dias e nas redes sociais do clube. Segundo a assessoria do Barra, a escolha pela saída do técnico e dos auxiliares foi uma decisão interna e tomada em comum acordo.

 

Já o Nação de Canoinhas ameaçou não disputar a competição. Na segunda-feira (21), encaminhou oficialmente à Federação Catarinense de Futebol (FCF) a carta de desistência. De acordo com o clube, o motivo era o descumprimento de acordos preestabelecidos pela Prefeitura de Canoinhas para a participação da equipe na competição. Porém na quinta-feira (24), através de uma live, clube e prefeitura anunciaram a retomada da parceria que garante a transferência do Nação para a cidade do Planalto Norte.

 

Competição e as várias nomenclaturas

 

A segundona catarinense já teve vários nomes. Segunda Divisão, Série B, Série A-2 e Divisão Especial. Marcílio Dias, Brusque, Inter de Lages e Joinville são os maiores campeões com três títulos cada. Atlético de Ibirama, Guarani e Almirante Barroso conquistaram o título em duas oportunidades. 16 times venceram o torneio apenas uma vez. Entre eles estão o Avaí e o Metropolitano.

 

Rodada de abertura

 

O primeiro jogo da competição será nesta terça-feira (29), às 15 horas, entre Barra e Caçador, no estádio Dr. Hercílio Luz, em Itajaí. Na quarta-feira (30/06), às 15 horas, ocorre o duelo entre Guarani e Internacional, no estádio Renato Silveira, em Palhoça. Também na quarta-feira, mas às 19 horas, o Camboriú encara o Fluminense no estádio Roberto Santos Garcia. Na quinta-feira (01/07), às 15 horas, ocorrem dois jogos. O Tubarão joga no estádio Domingos Silveira Gonzalez contra o Carlos Renaux. No estádio Orlando Scarpelli jogam Atlético Catarinense e Nação.

 

Transmissão

 

A competição terá transmissão exclusiva pela FCF TV. O link é o https://fcftv.com.br/. Para assistir a uma partida de forma avulsa o valor é de R$ 9,90 e o pacote completo é R$ 49,90.

 

Clique aqui e confira a tabela completa do campeonato


POR: ÁLVARO JOSÉ – ESPORTE SC / FEDERAÇÃO CATARINENSE DE FUTEBOL

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOK YOUTUBE.
PUBLICIDADE