15/10/2020 09h28

Grêmio vence Botafogo por 3 a 1 em jogo com “lei do ex”, expulsão e golaço

A partida ficou marcada pelos gols de jogadores com passagem pelo clube do outro lado do campo

PUBLICIDADE
Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

Foto: Pedro H. Tesch/AGIF

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Grêmio venceu o Botafogo por 3 a 1, ontem (14), em duelo da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogo na Arena do Grêmio dá fôlego ao time gaúcho na busca por arrancada e encerra de vitórias do alvinegro. A partida ficou marcada pelos gols de jogadores com passagem pelo clube do outro lado do campo. Houve, ainda, cartão vermelho a Diego Souza e golaço gremista depois disso.

 

Diego Souza abriu o placar, Matheus Babi empatou e Pepê (duas vezes) fizeram os gols. Diego estava no Botafogo em 2019 e Babi foi jogador da base do Grêmio antes de ir ao Rio de Janeiro. Foram eles os representantes da ‘lei do ex’ em Porto Alegre.

 

A vitória faz o Grêmio chegar a 20 pontos. O Botafogo estaciona nos 18.

 

Na próxima rodada, o Grêmio visita o São Paulo e o Botafogo recebe o Goiás. O jogo no Morumbi é sábado, 21h (horário de Brasília). A partida no Rio de Janeiro acontece na segunda-feira, às 20h (de Brasília).

 

Quem brilhou: Pepê

 

Meia-atacante fazia jogo discreto até o segundo tempo. Foi quando apareceu para marcar duas vezes. O primeiro com chute potente. O segundo com agilidade e oportunismo para completar linda jogada rápida do lado direito.

 

Quem ficou devendo: Kevin

 

Lateral direito foi envolvido pelo Grêmio durante todo o jogo.

 

Diego Souza vai de herói a vilão

 

Sim, é clichê. Mas se aplica e muito ao jogo do centroavante do Grêmio. Autor do primeiro gol, dono da assistência da segunda bola na rede e? expulso minutos depois por acertar adversário sem bola. Por trás. O VAR entrou em ação e o cartão vermelho foi aplicado direto.

 

Grêmio muda com volta de Maicon

 

Foi visível desde o primeiro minuto e a definição é que o Grêmio voltou a ser o Grêmio mais recente. Com Maicon titular, depois de ganhar ritmo nas duas rodadas anteriores, o time controlou o jogo. Pecou no ritmo, é verdade, mas ainda assim sempre esteve mais perto do gol que o adversário. Abriu o placar com direito a linha de passe dentro da área do Botafogo.

 

Improviso e pouca bola “no pé”

 

Sem um meia de origem — o lateral-esquerdo Guilherme Santos foi improvisado no setor —, o Botafogo apostava na saída em velocidade. Com a linha de marcação do Grêmio avançada, porém, o time alvinegro encontrou dificuldades para sair e ficava pouco com a bola no pé.

 

Bola alçada e oportunismo

 

Acuado e sem conseguir criar muitas oportunidades, o gol do Botafogo acabou saindo de uma cobrança de falta. Victor Luis lançou para a área, a bola pegou em Pedro Raul e sobrou para Babi empatar na Arena. O último gol que o xodó da torcida havia marcado tinha sido contra o Vasco, pela quarta fase da Copa do Brasil.

 

Pepê duas vezes

 

Na etapa final, o Grêmio começou mais agudo. Mais disposto a ser contundente — a finalizar mais. E logo com 3 minutos, conseguiu. Pepê participou de boa jogada. A expulsão obrigou o time gaúcho a recuar linhas, mas ainda deu para ampliar. Em lindo lance, a equipe superou a defesa do Botafogo e ganhou tranquilidade para resistir com desvantagem.

 

Botafogo lança mão de Honda, Cícero e Kalou

 

O Botafogo voltou para o segundo tempo com uma mudança no esquema. Com o meia Honda na vaga de Rentería, depois entrou Cícero e mais adiante Kalou. Os três experientes não conseguiram turbinar o desempenho ofensivo do time.

 

Tudo ou nada com estreia x Cortez no lugar de Pepê

 

Já nos minutos finais, o técnico Bruno Lazaroni foi para o “tudo ou nada” e tirou o zagueiro Sousa para a entrada do atacante Kelvin. Recém-contratado, ele fez a estreia com a camisa alvinegra. Do lado do Grêmio, Bruno Cortez entrou na vaga de Pepê e ficou na lateral. Diogo Barbosa foi adiantado para a linha do meio-campo.

 

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 3 X 1 BOTAFOGO

 

Data e horário: 14/10/2020 (quarta-feira), às 19h15 (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Auxiliares: Danilo Manis (SP) e Daniel Luiz Marques (SP)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho
Cartões amarelos: Matheus Henrique, Maicon, Rodrigues (GRE); Guilherme, Matheus Babi (BOT)
Cartão vermelho: Diego Souza (GRE)
Gols: Diego Souza, aos 33 minutos do primeiro tempo (GRE); Matheus Babi, aos 40 minutos do primeiro tempo (BOT); Pepê, aos 3 minutos do segundo tempo e aos 20 minutos do segundo tempo (GRE)

 

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Geromel, Rodrigues e Diogo Barbosa; Maicon, Matheus Henrique, Alisson, Robinho (Isaque) e Pepê (Bruno Cortez); Diego Souza
Técnico: Renato Gaúcho

 

BOTAFOGO: Diego Cavalieri; Kevin, Kanu, David Sousa (Kelvin) e Victor Luís; Carlos Renteria (Honda), Caio Alexandre (Kalou), Guilherme Santos (Cícero), Rhuan (Lecaros); Matheus Babi e Pedro Raul
Técnico: Bruno Lazaroni

 

FONTE: UOL ESPORTE

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE