11/03/2020 11h24

Figueirense recebe o 2° ataque mais poderoso do país pela Copa do Brasil

Fluminense tem o segundo melhor ataque do país entre equipes da Série A do Brasileirão; destaque para o meia Nenê com nove gols

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

A defesa do Figueirense terá dura missão na noite desta quarta-feira (11), no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Sidão, Lucas, Alemão, Pereira e Brunetti terão pela frente o poderoso ataque do Fluminense que já soma 30 gols na temporada.

 

Os cariocas têm o segundo melhor ataque do país entre as equipes da Série A do Campeonato Brasileiro, atrás apenas do milionário Flamengo.

 

As equipes se enfrentam em partida válida pela terceira fase da Copa do Brasil, às 19h15. O jogo de volta acontece na próxima quinta-feira (19), às 21h30, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

 

O Tricolor é o líder do Grupo B da Taça Rio (turno do campeonato estadual do Rio de Janeiro), com seis pontos em dois jogos. O que chama atenção é o número de gols. São nove feitos e apenas um sofrido.

 

A equipe goleou o Madureira na primeira rodada por 5 a 1, e no último domingo (8) bateu o Resende por 4 a 0.

 

Se por um lado o ataque Tricolor tem sido avassalador, a defesa do Furacão tem apresentado bons números no Campeonato Catarinense. A equipe tem a melhor defesa da competição junto com Avaí e Chapecoense. São apenas cinco gols sofridos em oito jogos, média de 0,6 por partida.

 

Na Copa do Brasil, o Figueirense eliminou Novo Horizontino e Vitória (ES). O Fluminense chega à terceira fase após passar por Moto Club e Botafogo (PB).

 

Desfalques

 

Pelo lado do Figueirense o meia Guilherme está suspenso após ser expulso contra o Vitória (ES). O zagueiro Rony saiu machucado na partida contra o Criciúma no último domingo (8) e será reavaliado pelo departamento médico do clube. O lateral Sanchez segue fora da equipe por lesão.

 

No Fluminense o meia Miguel está fora do duelo devido a uma lesão na coxa direita. Outra baixa deve ser o zagueiro Digão, também com uma lesão na coxa, deve ficar fora da partida.

 

Fonte: ND+

PUBLICIDADE