06/03/2021 09h48

Clubes podem concluir o Catarinense 2021 fora de suas cidades, afirma procurador da FCF

Rodrigo Capela, procurador jurídico da Federação Catarinense de Futebol, fala sobre as decisões do futuro do estadual

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Campeonato Catarinense será retomado na próxima semana após breve suspensão (Foto: Leandro Boeira / Avaí FC)

Campeonato Catarinense será retomado na próxima semana após breve suspensão (Foto: Leandro Boeira / Avaí FC)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Os clubes do Campeonato Catarinense podem encerrar a disputa da competição fora de seus estádios, a depender das permissões para o futebol nos municípios. A informação foi confirmada pelo procurador jurídico da FCF, Rodrigo Capela, no programa Quatro em Campo, da CBN Diário, desta sexta-feira (05). O estadual será retomado na próxima semana.

 

— Com certeza, isso também ficou decidido na reunião. O clube cujo município proibir a realização do futebol profissional terá de arranjar outra cidade pra jogar, se não o campeonato não termina neste ano. O contrato com a televisão prevê suspensão do pagamento caso o torneio não siga, é uma questão financeira, os clubes precisam — afirma o procurador jurídico Rodrigo Capela.

 

Ficou definido no encontro entre FCF e os clubes que o Campeonato Catarinense será retomado a partir da próxima quinta-feira (11) com os jogos atrasados na tabela. Chapecoense e Criciúma irão mandar jogos fora de suas casas por conta das proibições municipais para contenção do Coronavírus. O estadual deve ser retomado na plenitude na sequência, mesmo que as partidas não estejam liberadas em todas as cidades.

 

— Foi uma reunião muito boa, os presidentes dos clubes chegaram a um consenso junto da diretoria da Federação. O formato original do Catarinense será mantido, desde que a FCF consiga utilizar datas que estão programadas para serem utilizadas pela Libertadores e Sulamericana. Teremos de aguardar. A segunda proposta, já aprovada por unanimidade, é de tornar as quartas de final e semifinais decisões em jogo único — pontua Capela.

 

No momento as partidas de futebol estão proibidas nas cidades de Florianópolis, Chapecó, Criciúma e Tubarão. Metade das equipes que disputam o Campeonato Catarinense são destes municípios. Avaí, Figueirense, Chapecoense, Criciúma, Próspera e Hercílio Luz terão de jogar fora dos seus estádios caso o estadual retorne e as prefeituras renovem as proibições. Outros times podem ser afetados por novos decretos municipais.


POR: KADU REIS – CBN DIÁRIO / NSC TOTAL

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui. 

PUBLICIDADE