06/04/2021 14h34

Audiência pública discute liberação da prática do esporte recreativo em SC

Participantes defenderam o esporte como método essencial para o combate a Covid-19

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Com o objetivo de criar protocolos que restrinjam e não proíbam as práticas esportivas no estado catarinense, ocorreu na tarde desta segunda-feira (5), por videoconferência, a audiência pública virtual para debater os decretos e portarias que dispõe sobre as condicionantes e vedações para o retorno das atividades desportivas de cunho recreativo no estado de Santa Catarina. O debate foi promovido pela a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (ALESC).

 

A audiência teve como assunto principal a reivindicação contra a proibição de práticas esportivas e atividades físicas, métodos que são totalmente benéficos contra a pandemia de Covid-19. Levando em consideração de que pessoas que são classificadas como sedentárias, possuem maiores riscos de óbito. A informação foi divulgada em um estudo publicado no British Journal Of Sports Medicine.

 

Uma das bandeiras levantada em meio ao debate foi o “esporte como ferramenta de apoio” no combate à pandemia da Covid-19. Neste momento, a prática esportiva é a única “vacina” na qual todos os cidadãos, sem prioridades, possuem acesso com facilidade.

 

A audiência foi uma iniciativa do deputado estadual Fernando Krelling. Além do parlamentar e outros deputados, estavam presentes na reunião o presidente da Fesporte, Kevin Soares, secretários do esporte, doutores da área da ciência e demais envolvidos a práticas esportivas do estado.

 

O debate foi transmitido ao vivo pela TVAL e pelo youtube.com/assembleiasc. O objetivo principal foi ressaltar que, o esporte como um todo, também é um serviço essencial em meio a esse colapso que está a saúde mundial.

 

Confira:

 


FONTE: ESPORTE SC

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE