15/09/2021 15h21

Catarinense Maria Lina fala sobre viver pior momento após perda do filho: “entreguei nas mãos de Deus”

Jovem contou que recebe diversas mensagens de seguidores pedindo conselhos

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Maria Lina Deggan desabafa sobre como lida com perda do filho (Foto: Divulgação / IInternet)

Maria Lina Deggan desabafa sobre como lida com perda do filho (Foto: Divulgação / IInternet)

PUBLICIDADE

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

A catarinense Maria Lina Deggan, de 22 anos, ex-noiva de Whindersson Nunes, usou seu perfil na internet para fazer um desabafo sobre como está lidando com a perda do filho, João Miguel, que morreu no dia 31 de maio após um parto prematuro nas 22 semanas de gravidez.

 

Por meio de vídeos publicados em seu perfil na web, a jovem contou que recebe diversas mensagens de seguidores pedindo conselhos e questionamentos sobre como ela conseguiu superar a morte do filho.

 

Eu recebo mensagens de todos os tipos de pessoas me falando que não estão bem, que estão passando por momentos difíceis… têm pessoas até mais velhas do que eu pedindo conselho para mim porque viram toda a luta que eu passei, as dificuldades, e me perguntam como eu fiz para superar e como eu faço para acordar todos os dias de bom-humor”, começou ela.

 

Porém, Maria explicou que compartilhar seu dia a dia na internet ainda é um desafio, já que está trabalhando como influencer há pouco tempo. “É um desafio pra mim estar nas redes sociais porque há um mês que trabalho com isso. Mas tenho muito a melhorar e a aprender. Aí me perguntam: ‘como ela está tão bem depois de tudo o que passou?‘”, disse.

 

A catarinense pediu que internautas não façam comparações entre problemas e dores. “Não acredito que um problema seja maior do que o outro, eu tenho minha luta, cada um tem sua luta. Só você sabe a dor que carrega dentro do seu coração”, afirmou.

 

Por fim, ela contou como mantém o sorriso no rosto após a perda do filho. “O que eu faço para estar sempre com sorriso no rosto, trabalhar, aparecer aqui feliz, rindo, é que eu olho para meu redor e penso: ‘olha quantas pessoas incríveis tenho ao meu redor: família maravilhosa, amigos, até meus funcionários são incríveis”, explicou.

 

Maria Lina disse que respeita cada fase que está vivendo e mantém a fé em Deus nos momentos difíceis. “Quando estou para baixo eu respeito meu momento. O que me motiva todos os dias é que os momentos ruins vão passar”, acrescentou.

 

Eu só tive paz no meu coração quando entreguei na mão de Deus e falei: Deus, faça sua vontade”, revelou. “Eu entreguei nas mãos de Deus no meu pior momento, eu acreditei Nele”, completou a catarinense.


FONTE: ND+

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOK YOUTUBE.

 

PUBLICIDADE