22/05/2017 08h25 - Atualizado em 22/05/2017 09h36

Prefeito, vice e secretário adjunto de Gabinete de Pouso Redondo buscam recursos em Brasília

Eles participaram da Marcha dos Prefeitos

PUBLICIDADE
Assessoria de Imprensa

Assessoria de Imprensa

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Entre os dias 15 e 18 de maio, o prefeito de Pouso Redondo, Oscar Gutz, o vice Ruy Marcos Fritsche e o secretário adjunto de Gabinete, Josimar de Silva, estiveram no Distrito Federal participando da XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios e buscando recursos para o município.

 

A XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios, promovida pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), é o maior evento municipalista da América Latina. O objetivo é envolver os líderes locais, sobretudo aqueles que assumiram o comando das gestões municipais neste ano, em torno dos principais interesses dos municípios e buscar apoio junto aos três poderes, em especial ao Congresso Nacional.

 

O prefeito, vice-prefeito e secretário adjunto de Gabinete de Pouso Redondo participaram da cerimônia de abertura da marcha, realizada na manhã de terça-feira (16), com a presença de autoridades como o presidente da República, Michel Temer; o presidente da CNM, Paulo Roberto Ziulkoski; o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia; o presidente em exercício do Senado Federal, Cássio Cunha Lima; o presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), ministro Raimundo Carreiro; a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ministra Cármen Lúcia; o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Claudio Lamachia; e ministros do Executivo Federal.

 

Ao meio-dia, a comitiva de Pouso Redondo almoçou com o presidente e o tesoureiro da CNM, Paulo Roberto Ziulkoski e Hugo Lembeck. À tarde, seguiu acompanhando a marcha e visitou o gabinete do deputado Marco Tebaldi e os gabinetes dos senadores Dalirio Beber e Paulo Bauer.

 

Com Tebaldi, buscaram recursos para a obra do túnel na BR-470. O deputado esteve em Pouso Redondo no dia 7 de abril, quando pode conferir, acompanhado do prefeito Oscar, a situação complicada da travessia urbana da rodovia no município. Na ocasião, o deputado se mostrou sensibilizado e se comprometeu em pleitear a adoção de medidas emergenciais para a melhoria deste trecho. 

 

Recentemente, Tebaldi esteve com o diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Walter Casimiro, para solicitar a construção de uma transposição na rodovia: “Não existe nenhum ponto de passagem na rodovia, o que é um fato alarmante e que pode gerar muitos acidentes”, disse. O deputado visitou Pouso Redondo novamente no dia 5 de maio, desta vez entregando um ofício sobre a destinação de sua cota pessoal de bancada, no valor de R$ 300.000,00 ao Fundo Municipal de Saúde, para o apoio à manutenção das unidades de saúde.

 

No gabinete do senador Dalirio Beber, a pauta da audiência foi a obtenção de recursos para a aquisição de equipamentos para a manutenção das estradas do município. Com Paulo Bauer, foi reivindicado emendas relacionadas à pavimentação e a Saúde de Pouso Redondo.

 

Na quarta-feira (17), Gutz, Fritsche e Silva acompanharam as plenárias da marcha durante a manhã, e à tarde participaram de uma audiência no Ministério dos Transportes, com o ministro Maurício Quintella Lessa, senadores e deputados integrantes do Fórum Parlamentar Catarinense, prefeitos do Alto Vale do Itajaí e representantes de entidades, falando sobre as obras de duplicação e os estudos de concessão da BR-470. Na ocasião, os deputados federais entregaram um ofício ao ministro pedindo a construção do túnel em Pouso Redondo.

 

Sabemos que a construção de estradas é totalmente diferente de outras obras, onde é possível que haja paralisação dos trabalhos sem prejudicar as pessoas. Mas estamos investindo o que está dentro dos nossos limites neste momento”, disse o ministro. De acordo com o Comitê da Duplicação da BR-470, somente entre 2000 e 2017, foram registradas 1.784 mil mortes na rodovia no trecho entre Pouso Redondo e Navegantes.

 

A comitiva de Pouso Redondo acompanhou a marcha ainda na manhã de quinta-feira (18), participando do XII Fórum de Vereadores, com pautas prioritárias do movimento municipalista com o Legislativo local.

 

A XX Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios bateu recordes, com mais de seis mil inscrições, e a presença de quase três mil prefeitos de todo o país. Contou com uma extensa pauta, com destaque para as reformas trabalhista, previdenciária e tributária.

 

Esta é primeira viajem que Oscar Gutz faz como prefeito à Brasília, buscando recursos para realizar investimentos que melhorem a qualidade de vida da população e a infraestrutura da cidade. Já esteve na capital estadual Florianópolis quatro vezes, pleiteando recursos, viabilizando parcerias e tratando de diversos assuntos do interesse de Pouso Redondo com deputados, secretários, representantes da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), Federação Catarinense de Municípios (Fecam), Fundação do Meio Ambiente (Fatma), Departamento Estadual de Infraestrutura (Deinfra), Companhia de Habitação do Estado de Santa Catarina (Cohab) e demais autoridades.

 

“É uma luta a busca de recursos, porque as emendas parlamentares são uma grande ferramenta para a Administração Municipal”, diz o prefeito Oscar: “Pouso Redondo precisa de muitos investimentos. Sozinhos, não temos como arcar com tantas despesas, por isso precisamos da parceria dos deputados, senadores e do Governo Estadual e Federal”, explica.

 

“Além das emendas, é importante citar a intervenção dos parlamentares nos ministérios e no Governo Federal para a vinda de recursos para investimentos, dos programas e, principalmente, na votação de matérias que facilitem o trabalho do município na melhoria de vida das pessoas”, lembra o vice Ruy Marcos.

 

Para o secretário adjunto de Gabinete, esta marcha, além de ser uma oportunidade de adquirir conhecimentos para construir uma gestão mais eficiente, representa o momento de apresentar as demandas locais às autoridades. “Esta manifestação pacifica e democrática é um momento de buscar garantir melhorias na gestão pública e lutar pela conquista de autonomia dos municípios”, comenta Josimar.

PUBLICIDADE