11/06/2019 14h17

Nascido em Laurentino e criado em Taió, Jordelino Cardoso morre aos 112 anos

Em 2015, a Rádio Educadora produziu uma reportagem onde ele mesmo conta sua história

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um dos homens mais vividos do Alto Vale, teve sua história interrompida nessa terça-feira (11). Trata-se de Jordelino Cardoso. Aos 112 anos e vivendo no Lar Recanto Luiz Bertoli, em Rio do Oeste, não resistiu e deixou enlutados amigos e familiares.

 

Homem de muitas histórias, nasceu em Laurentino mas cresceu e viveu grande parte da sua vida em Taió, Jordelino descansava ao lado de outras pessoas muito vividas, num lugar que leva o nome de alguém que ele conheceu bem: Luiz Bertoli.

 

 

Em 2015, a Rádio Educadora produziu uma reportagem onde ele mesmo conta sua história. Confira abaixo:

 

 

PUBLICIDADE