27/01/2017 09h30 - Atualizado em 27/01/2017 08h30

Túlio nem jogou e já deixou clube da terceira divisão do Paulista

O clube conta em seu elenco com veteranos como Adriano Gabiru, Acosta e André Luís

PUBLICIDADE
Uol

Uol

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O atacante Túlio Maravilha, de 47 anos, não defenderá o Taboão da Serra, clube que disputa a terceira divisão do Campeonato Paulista. Ele chegou a ser anunciado pela agremiação, foi apresentado na praça de alimentação de um shopping em novembro do ano passado com a camisa de número 1000, mas nunca entrou em campo. O anúncio foi feito pelo clube por meio de sua página no Facebook na tarde desta quinta-feira.

 

“O Clube Atlético Taboão da Serra informa que o grande atleta Túlio Maravilha não irá mais fazer parte da família CATS. Por conta de compromissos profissionais, o atleta não conseguirá cumprir contrato com nosso clube. O CATS agradece sua participação e ficamos muito satisfeitos em ter esse brilhante atleta em nosso clube, mesmo que por pouco tempo. Túlio Maravilha, conte sempre conosco!”, diz a mensagem.

 

Ao UOL Esporte, o presidente do CATS, Anderson Nóbrega, informou que a rescisão contratual aconteceu de forma amigável, mas que devido aos compromissos de Túlio seria impossível mantê-lo no clube devido às exigências de treinamentos.

 

“Ele comunicou o clube que não teria condições de participar dos treinos. E por esta questão, não queremos atrapalhar ninguém. Queremos quem esteja aqui de bom coração para ser muito útil. Ele não estando aqui para os treinos atrapalharia o andamento do trabalho. Por isso, achamos melhor romper. Ele segue com a vida dele e nós seguimos com a nossa”, afirmou o cartola.

 

“Nosso objetivo é buscar o acesso de divisão. Tenho certeza que o torcedor ia cobrar muito mais se o Túlio não estivesse 100% e bem focado do que vai cobrar agora sem ele. Mas como eu disse. Foi em comum acordo a rescisão. Gosto muito do Túlio como pessoa. Apesar do pouco tempo que esteve aqui foi importante na nossa divulgação e na questão de patrocinadores”, completou.

 

Apesar da saída de Túlio, seu filho Túlio Júnior, de 18 anos, segue na equipe. O lateral-direito tem dois anos de contrato com o Taboão.
 

“Ia ser legal esta questão de pai e filho atuando junto, mas a nossa vida continua”, concluiu Nóbrega.

 

O Taboão estreia na Série A3 do Campeonato Paulista no próximo sábado, às 16h, contra a Matonense. O clube conta em seu elenco com veteranos como Adriano Gabiru, Acosta e André Luís.

PUBLICIDADE