17/07/2019 14h40 - Atualizado em 17/07/2019 11h13

Tudo às claras: Flamengo acena readequação salarial, e Cuéllar mantém paciência na janela

Clube aceita aumento e escuta que ofertas serão apresentadas

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um encontro que mudou pouco o cenário a respeito do futuro, mas deixou tudo às claras na relação entre Gustavo Cuéllar e o Flamengo. Assim foi a reunião entre o volante, seu representante e o clube após a Copa América. No encontro, o Rubro-Negro acenou com a possibilidade de readequação do salário do colombiano, que, por sua vez, reafirmou a expectativa por propostas interessantes do mercado europeu na janela de transferências.

 

 

Cuéllar em treino no Ninho do Urubu — Foto: Alexandre Vidal/FlamengoCuéllar em treino no Ninho do Urubu — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

Cuéllar em treino no Ninho do Urubu — Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

 

A conversa aconteceu após a reapresentação de Cuéllar, que foi liberado para passar dois dias com a família na Colômbia depois de defender o país na Copa América, e contou com a participação de Marcos Braz, Bruno Spindel e de seu representante, Gianfranco Petruzziello. Esta, no entanto, não foi a única vez que o empresário esteve no Ninho do Urubu no período para aparar arestas na relação entre jogador e clube.

 

 

No encontro, a diretoria do Flamengo questionou o colombiano a respeito de seus planos para o futuro e se mostrou disposto a fazer uma readequação salarial. Apesar do prestígio com o torcedor, Cuéllar tem vencimentos bem abaixo do patamar dos novos reforços, mas um aumento está condicionado ao fechamento das portas para o mercado internacional. O que não acontecerá no momento.

 

 

Cuéllar entrou no decorrer da vitória sobre o Goiás, no último domingo — Foto: Alexandre Vidal / FlamengoCuéllar entrou no decorrer da vitória sobre o Goiás, no último domingo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

Cuéllar entrou no decorrer da vitória sobre o Goiás, no último domingo — Foto: Alexandre Vidal / Flamengo

 

Cuéllar e seu representante reafirmaram que propostas serão apresentadas ao Flamengo no decorrer da janela – até 31 de agosto. As partes seguiram para outras ações no mercado e ficaram de voltar a conversar em um futuro breve. Enquanto Braz e Spindel foram para Europa, onde contrataram Pablo Marí, Gerson, têm reunião marcada com Filipe Luís e ainda buscam um atacante, Gianfranco também trata de negócios no exterior.

 

O Flamengo trata a indefinição com naturalidade e se vê no controle das ações. Amparado pelo contrato até 2022 com multa de 70 milhões de euros, o clube não recebeu nenhuma proposta oficial por Cuéllar e deixou claro que não fará negócio por valores abaixo dos que considera satisfatórios. Nos bastidores do Ninho do Urubu, há quem diga sequer há conversa por um montante abaixo de 10 milhões de euros.

 

Por outro lado, o staff do colombiano filtra sondagens e confia na movimentação do mercado que permita Cuéllar realizar o sonho de atuar no futebol europeu. A realidade no momento, porém, é de que o atleta está à disposição de Jorge Jesus para a partida de volta das quartas de final da Copa do Brasil, contra o Athletico-PR, quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), no Maracanã.

 

Titular no empate por 1 a 1 em Curitiba, há uma semana, e reserva na vitória por 6 a 1 sobre o Goiás, domingo, pelo Brasileirão, Cuéllar não escondeu o descontentamento com a mudança de status após a volta da Copa América. O cenário, entretanto, não tem conexão com indefinição a respeito de seu futuro no mercado.

PUBLICIDADE