13/06/2018 11h09

Messi: “Se Argentina jogar como sabemos que pode, será muito difícil nos baterem”

"Estou apenas preocupado com o presente"

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Messi está focado. O craque cancelou sua aposentadoria pela seleção para tirar a Argentina do sufoco nas eliminatórias, levar o país para mais uma Copa do Mundo e tentar outra vez realizar o sonho de ser campeão após bater na trave em 2014.

 

E o camisa 10 argentino está confiante. Em entrevista exclusiva publicada pelo jornal inglês “Express” na noite desta terça-feira, o atacante do Barcelona evitou falar sobre o futuro após o Mundial, analisou os adversários da primeira fase e se encheu de otimismo:

 

– Se a Argentina for lá e jogar tão bem como sabemos que pode, então vai ser muito difícil de nos baterem. Temos a experiência de outras Copas e sabemos que todos os rivais vão vir como se fosse uma final. Isso sempre faz com que seja mais complicado, mas nós somos capazes.

 

Confira outras declarações do craque:

DESAFIO
– Nosso desafio é sermos campeões. Sabemos que não será fácil, mas estou certo de que a Argentina tem um elenco capaz de ser campeão na Rússia. Se todos os jogadores acreditarem nisso, então poderemos ser competitivos.

 

MOMENTO
– É verdade que as eliminatórias foram complicadas para nós porque demoramos muito para conseguir (a classificação). Mas o importante é que estamos aqui na Copa do Mundo e daremos tudo tanto quanto pudermos.

 

RIVAIS
– Vai ser importante começar forte. A Islândia foi bem em seu último torneio, a estreia não vai ser confortável. Mas eles são quem precisamos ganhar se não quisermos que os próximos jogos sejam ainda mais complicados. A Croácia é um bom time, com jogadores nas grandes ligas da Europa, e isso faz deles perigosos. Não sabemos muito sobre a Nigéria, mas os times africanos normalmente são compactos, resistentes e fortes. Então não vai ser fácil.

 

FUTURO
– Eu não quero falar sobre o meu futuro. Por agora, estou apenas preocupado com o presente e fazer o melhor que eu posso na Copa do Mundo. Para a Argentina, a Copa é especial e seria o grande sonho ganhá-la outra vez. Para mim, seria realizar um sonho de criança, então pode ter certeza que vou dar tudo.

PUBLICIDADE