11/01/2017 08h27

Mattos esfria Pratto e Borja, mas diz que Palmeiras quer mais dois reforços

Para dirigente, é impossível chegar nos valores que estão sendo falados pelos centroavantes

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Alexandre Mattos, diretor de futebol do Palmeiras, esfriou o ânimo da torcida em relação à contratação de um centroavante de peso para a temporada. Em entrevista ao canal Fox Sports, o dirigente disse que o clube nunca negociou com Atlético-MG ou Atlético Nacional, da Colômbia, por Pratto e Borja, dois dos nomes mais comentados recentemente.

 

– Sobre esses jogadores, quero dizer ao nosso torcedor para não criar expectativa. No Brasil, é impossível chegar nos valores que estão sendo falados.

 

Por outro lado, Mattos afirmou que o Palmeiras está atrás de mais dois nomes para o início da temporada – nesta terça-feira, quando o elenco se reapresentou na Academia de Futebol, foi anunciado o sétimo reforço para 2017: o zagueiro Antônio Carlos.

 

– Temos uma dificuldade na lateral direita e com certeza precisamos fazer essa manutenção. E um outro jogador com uma característica diferente um pouco mais para a frente – explicou o dirigente.

 

O Palmeiras queria Samuel Xavier para a lateral direita, mas o Sport fez jogo duro. Mattos analisa outras opções, mas uma possibilidade é tentar trazer Fabiano de volta do Cruzeiro – o lateral fez parte do grupo campeão brasileiro no ano passado. A opção ofensiva também está na equipe mineira: Willian, por quem o clube paulista avançou em conversas nesta semana.

 

Uma das principais fontes de renda do Palmeiras, o patrocínio de Crefisa e Faculdade das Américas deve ser renovado nos próximos dias: o novo acordo renderia R$ 90 milhões fixos. Com esse dinheiro, quem sabe Mattos mude de ideia sobre Pratto e Borja, classificados por ele como impossíveis “neste momento”.

PUBLICIDADE