14/11/2017 08h27

Emocionado, Buffon deixa a seleção italiana: “Difícil terminar assim”

Goleiro chora após Azzurra ficar fora da Copa do Mundo de 2018

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

empate em 0 a 0 com a Suéciaem Milão, nesta segunda-feira, deixou a Itália fora da Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Fato que não acontecia desde 1958. A partida também marcou a despedida do goleiro Buffon da seleção italiana. Aos 39 anos, ele seria o único jogador na história a jogar seis vezes consecutivas o Mundial, mas não segurou as lágrimas para anunciar sua saída da equipe após o fracasso nas eliminatórias.

 

Buffon chora ao deixar o gramado em Milão (Foto: Getty Images)Buffon chora ao deixar o gramado em Milão (Foto: Getty Images)

Buffon chora ao deixar o gramado em Milão (Foto: Getty Images)

 

– É difícil terminar assim. Temos orgulho, força. Nos levantaremos como sempre fizemos. Eu deixo um abraço para todos, especialmente para os que compartilharam esse tempo comigo. Não sinto muito por mim, mas por todo o futebol italiano. Nós falhamos – disse Buffon.

 

Aos 39 anos, Buffon é o jogador com mais convocações na história da seleção italiana: 175, contra 136 de Fabio Cannavaro e 126 de Paolo Maldini. O goleiro viveu seu maior momento na equipe nacional na Copa do Mundo de 2006, na França, quando conquistou a competição. Também defendeu a Azzurra na final da Eurocopa de 2012, quando o time foi goleado por 4 a 0 pela Espanha. Além dele, o zagueiro Barzagli e o volante De Rossi também anunciaram que não defendem mais a Itália.

 

 

Buffon lamenta a Itália fora da Copa do Mundo de 2018 (Foto: Getty Images)Buffon lamenta a Itália fora da Copa do Mundo de 2018 (Foto: Getty Images)

Buffon lamenta a Itália fora da Copa do Mundo de 2018 (Foto: Getty Images)

 

Foram 20 anos de seleção italiana, numa história que começou em 1997 quando o então treinador Cesare Maldini chamou o promissor goleiro que atuava no Parma pela primeira vez. A estreia aconteceu no dia 29 de outubro daquele ano, no empate em 1 a 1 com a Rússia, pelas eliminatórias para o Mundial de 1998. Ele entrou no lugar de Gianluca Pagliuca e disputou 58 minutos da partida.

 

Um dos grandes goleiros do futebol mundial nos últimos anos, o espanhol Casillas publicou em sua conta oficial no Twitter um texto para Buffon. Disse ficar triste por ver o amigo chorando.

 

– Não gosto de ver você assim. Quero te ver como sempre, como o que segue sendo para muitos: uma lenda. Orgulhoso de te conhecer e orgulhoso de poder ter enfrentado você muitas vezes – escreveu Casillas para o amigo italiano.

 

View image on Twitter
  
 

Após a partida que decretou a Itália fora da Copa do Mundo de 2018, o Twitter oficial da competição prestou uma homenagem para Buffon. Em inglês, a seguinte frase foi publicada: “Adeus para a lenda italiana. Para sempre campeão do mundo, Gianluigi Buffon”.

View image on Twitter
 
PUBLICIDADE