31/07/2019 08h54

Diniz vê vitória sobre Peñarol como presente para torcedor: “Ânimo a mais para recuperação no Brasileiro”

Ao fim da partida, torcida tricolor gritou nome do treinador

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Se no Brasileirão os resultados ainda não estão vindo, na Sul-Americana o Fluminense vai muito bem. Nesta noite, o time comandado por Fernando Diniz venceu o Peñarol por 3 a 1 com grande atuação e se classificou para as quartas de final do torneio. Após a partida, o treinador afirmou que o triunfo com belos gols foi um presente para o torcedor e crê que a vitória dá mais ânimo para uma recuperação na competição nacional, onde a equipe ocupa a zona do rebaixamento.

 

– Uma das boas partidas que fizemos no ano. Foram três gols muito bonitos, presente para o torcedor que veio, que estava precisando de uma vitória como essa para dar ânimo a mais para conseguirmos uma recuperação no Brasileiro.

 

 

No jogo de ida, a equipe já havia vencido no Uruguai por 2 a 1 e poderia perder até por 1 a 0 que ficava com a vaga. Aplaudido pela torcida ao fim da partida, Fernando Diniz mostrou gratidão aos torcedores em meio à pressão por resultados.

 

– O comportamento do torcedor é muito normal. Meu sentimento com a torcida do Fluminense é de gratidão. Se caso eles me vaiem no próximo jogo ou no outro jogo… Torcedor quer o time na ponta da tabela, não na zona de rebaixamento. Isso é totalmente compreensível. Essa discussão de jogar bem e ganhar, jogar mal e ganhar… Você vai formando o senso crítico do torcedor. Mas a torcida do Fluminense como um todo meu sentimento é de gratidão. E vou fazer meu melhor todos os dias para ajudar o Fluminense nesse momento que estou aqui.

 

 

Na próxima fase, o time das Laranjeiras aguarda o classificado do confronto entre Corinthians e Montevideo Wanderers, que se enfrentam na quinta-feira. Na primeira partida, o time paulista venceu em casa por 2 a 0. Diniz não quis antecipar o adversário.

 

– O Corinthians tem chance de passar, fez o resultado em casa, mas no futebol tudo pode acontecer. Jogar lá no Uruguai sempre é difícil. Temos que estar preparados para qualquer um dos adversários.

PUBLICIDADE