12/08/2017 08h55

Despertador e macarrão no café: São Paulo treina organismo para jogo às 11h

Jogadores chegam ao CT às 7h para tomar café da manhã

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Desde a última sexta-feira, e até amanhã, os jogadores do São Paulo estão madrugando. A razão é a partida desde domingo, contra o Cruzeiro, marcada para as 11h, no Morumbi. Pela primeira vez neste Campeonato Brasileiro, o Tricolor jogará pela manhã.

 

O coordenador científico Altamiro Bottino, contratado na semana passada, determinou que, para habituarem o organismo às mudanças pelas quais terão que passar no domingo, os jogadores chegassem ao CT da Barra Funda às sete da manhã, tanto na sexta como no sábado, para tomarem o café da manhã às 7h30.

 

 
 

Altamiro Bottino assumiu cargo de coordenador científico São Paulo (Foto: Juca Pacheco)Altamiro Bottino assumiu cargo de coordenador científico São Paulo (Foto: Juca Pacheco)

Altamiro Bottino assumiu cargo de coordenador científico São Paulo (Foto: Juca Pacheco)

 

O cardápio da refeição nesses dois dias já foi especial: mais carboidrato, inclusive macarrão, para o corpo dos atletas não estranhar quando tiver de ingerir um café mais pesado no domingo. O horário também interfere no tempo de sono, mais compatível com o dia do jogo.

 

Neste sábado, às 9h30, o São Paulo fará o último treino para a partida.

 

Por enquanto, Bottino ainda não promoveu mudanças significativas no dia a dia do São Paulo, mas tudo indica que as áreas passarão a trabalhar mais próximas daqui para frente, com maior troca de informações. Uma das impressões iniciais é de que o conhecimento circula pouco no CT.

 

O coordenador foi um dos responsáveis pelo trabalho de reestruturação do Palmeiras, clube do qual foi demitido em julho. Contratado agora pelo São Paulo, ele tem procurado identificar e diagnosticar todos os processos de rotina para estipular alterações.

 

Ele é detalhista. Até mesmo o uso de novas chuteiras e o quanto testes preliminares podem impedir problemas de adaptação dos jogadores aos calçados está em seu radar.

PUBLICIDADE