11/08/2017 16h40 - Atualizado em 11/08/2017 14h15

De olho em título antes da Copa, Firmino diz que perder Coutinho “seria muito ruim”

Atacante coloca primeira taça pelo Liverpool como foco

PUBLICIDADE
Globo Esporte

Globo Esporte

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O início da última temporada antes da Copa do Mundo é um momento chave para jogadores que fazem parte de seleções nacionais. Entre os que tentam afirmação em uma nova equipe e os que buscam mais minutos em campo, felizes são os que contam com a estabilidade de serem titulares em clubes de ligas importantes. Trata-se de um cenário no qual está inserido Roberto Firmino. Aos 25 anos, o alagoano vive a expectativa de disputar seu primeiro Mundial e tem a seu favor uma boa conjuntura: a confiança do técnico Jürgen Klopp, que o vê como peça importante do tradicional Liverpool (titular em 39 jogos em 2016/17), e a chance de disputar a Liga dos Campeões e o Campeonato Inglês em uma mesma temporada, que terá pontapé inicial para o brasileiro, oficialmente, neste sábado, diante do Watford.

 

Convocado para defender a Seleção diante de Equador e Colômbia, no fim do mês, pelas eliminatórias, Firmino sabe que o técnico Tite acredita em seu desempenho, mas também tem ciência de que possui cada vez mais concorrentes, como o recém-chamado Luan, do Grêmio. Ainda assim, prefere não focar em estatísticas para impressionar na temporada anterior ao Mundial: acredita que o mais importante é conseguir seu primeiro título com a camisa dos Reds.

 

– Não gosto muito de trabalhar com números porque pode ser traiçoeiro para o atleta. Se eu pudesse ter uma meta na temporada, seria de poder conquistar títulos pelo Liverpool para entrar na história desse clube. Estou trabalhando muito para estar bem e ajudar o clube dentro de campo com muita garra e gols. Prefiro não determinar um número para não ficar focado somente nisso – disse, em entrevista por e-mail, o brasileiro, que se destacou na pré-temporada com três gols e quatro assistências em nove partidas.

 

 

Roberto Firmino segue no grupo de Tite, que o convocou para duelos contra Equador e Colômbia (Foto: Mowa Press)Roberto Firmino segue no grupo de Tite, que o convocou para duelos contra Equador e Colômbia (Foto: Mowa Press)

Roberto Firmino segue no grupo de Tite, que o convocou para duelos contra Equador e Colômbia (Foto: Mowa Press)

 

A ambição do atacante, naturalmente, é compartilhada pelos torcedores, que não comemoram um título desde 2012, quando venceram a Copa da Liga Inglesa – a Champions não vem desde 2005, e o Campeonato Inglês foi conquistado pela última vez em 1990. Para muitos analistas, o Liverpool terá uma boa oportunidade de brilhar na temporada 2017/18 com um time amadurecido, sob o comando de um técnico que é atração por si só: Jürgen Klopp. E Firmino considera que os Reds estão entre os candidatos a levar o título da Premier League.

 

Mas as pretensões podem sofrer um duro golpe até o fim da janela de transferências, uma vez que Philippe Coutinho pode deixar o clube rumo ao Barcelona. Tratando como esperado o interesse dos catalães no compatriota, Firmino afirma não conversar sobre negociações com o amigo, mas é incisivo ao lamentar um possível adeus.

 

– Prefiro não pensar em uma saída dele porque seria muito ruim para o clube e certamente um amigo que deixaria de estar conosco no dia a dia.

 

Dupla de brasileiros pode ser separada na atual janela de transferências (Foto: Getty Images)Dupla de brasileiros pode ser separada na atual janela de transferências (Foto: Getty Images)

Dupla de brasileiros pode ser separada na atual janela de transferências (Foto: Getty Images)

 

Firmino diz que ainda é cedo para determinar um foco na temporada: o Campeonato Inglês ou a Liga dos Campeões, embora aposte que os Reds tenham fôlego para disputar as duas. A jornada europeia começará para o Liverpool em uma ocasião especial para o brasileiro: o reencontro com o Hoffenheim, sua ex-equipe, já nos playoffs, valendo vaga para a fase de grupos.

 

– Eu conheço bem o Hoffenheim e sei a qualidade e a organização do clube na busca pelos seus objetivos. Certamente teremos um adversário muito qualificado já no início do torneio, mas se queremos pensar em coisas grandes, temos que vencer times grandes desde o começo – avaliou.

 

 

Confira a entrevista com Roberto Firmino na íntegra:

Você conseguiu se destacar na pré temporada, marcando gols e dando assistências. Como se sente para começar mais uma temporada?
A expectativa é a melhor possível. Fizemos um bom período de pré-temporada e acredito que chegaremos muito bem preparados para o novo ano. O clube conseguiu manter a base do elenco e o Jürgen Klopp é um treinador que tem o grupo na mão. Estamos com expectativa de conseguir grandes feitos na temporada 17/18.

 

Fez algum trabalho específico durante as férias? Como aproveitou o descanso?
Nas férias eu tiro alguns dias somente para descansar o corpo e a mente. Para disputar torneios aqui na Europa em alto nível, é necessário que o jogador tenha um corpo equilibrado fisicamente e mentalmente. As férias servem para mim como momento de descanso. Aproveitei muito a família, amigos e tive um momento muito importante na minha vida que foi o casamento com a minha esposa. Foram dias maravilhosos, mas logicamente não pude deixar de cuidar da forma física. Realizei alguns treinamentos com um preparador particular para não chegar muito atrás na reapresentação do time.

 

Firmino se casou durante as férias (Foto: Camila Machado)Firmino se casou durante as férias (Foto: Camila Machado)

Firmino se casou durante as férias (Foto: Camila Machado)

 

Para jogadores de seleção, as últimas férias antes da Copa do Mundo são diferentes? Tem que ter mais zelo com o físico?
Todo ano temos que estar preparados para o início de uma temporada, mas ano de Copa do Mundo é sempre algo especial. Todo jogador trabalhou e sonhou a vida toda em estar dentro do grupo selecionado para disputar este torneio, e comigo não é diferente. Estou trabalhando muito há bastante tempo para poder disputar essa competição tão importante e espero fazer um bom ano para estar dentro dessa lista.

 

E como avalia a preparação do Liverpool?
Disputamos um torneio muito proveitoso na China, que foi a Premier League Asia Trophy, e significou muito para nós termos vencido o Leicester na final. Campeonatos como esses ajudam a divulgar a marca dos clubes, servem para fortalecer o marketing e principalmente na preparação dentro de campo. Além disso, trabalhamos muito no CT do Liverpool, que nos oferece uma estrutura de primeira linha.

 

Como vê o time para a Premier League? É um dos favoritos ao título?
O Liverpool, por toda sua história, tem que ser sempre um dos candidatos ao título da Premier League. Mantivemos uma base forte da temporada passada e estamos trabalhando muito no dia a dia para começar forte a competição. Temos que fazer valer o nosso mando de campo junto com a nossa torcida e procurar pontuar o máximo na casa dos nossos adversários.

 

Na temporada passada, vocês não disputaram a Champions, mas disputarão dessa vez. O quanto isso influencia no dia a dia?
A Champions é a competição que todo clube trabalha para estar dentro. É um dos torneios mais difíceis do mundo, possui as equipes mais fortes e os melhores jogadores. Disputar uma competição desse porte é sempre um desafio para qualquer atleta, e nosso grupo está se preparando para fazer uma boa competição. Nosso caminho na Champions começa diante do Hoffenheim e já teremos pela frente partidas de mata-mata, que sempre envolvem momentos decisivos do início ao fim.

 

Firmino já se destacou na pré-temporada dos Reds, com três gols e quatro assistências (Foto: Getty Images)Firmino já se destacou na pré-temporada dos Reds, com três gols e quatro assistências (Foto: Getty Images)

Firmino já se destacou na pré-temporada dos Reds, com três gols e quatro assistências (Foto: Getty Images)

 

Klopp já acenou que vai rodar mais o elenco por causa das duas competições importantes?
Ainda não conversamos com ele sobre isso. Ainda é muito cedo para programar qualquer tipo de rodízio no elenco dentro das competições que iremos participar.

 

Como avalia os reforços trazidos até agora?
Todo jogador que chega aqui no Liverpool vem para somar. O nosso grupo está muito animado com expectativa de buscar coisas grandes na temporada.

 

Muitos dizem que o Coutinho quer ir para o Barcelona. Você sente essa vontade dele de ir? Ele te disse algo?
O Coutinho é um jogador diferenciado e é normal que grandes equipes tenham interesse em seu futebol. Não conversamos muito sobre transferências e especulações. Nosso foco está aqui no Liverpool e em fazer uma boa temporada para conquistar títulos.

 

Se ele sair, o quanto o Liverpool perde? Você perde um grande parceiro, né?
Prefiro não pensar em uma saída dele porque seria muito ruim para o clube e certamente um amigo que deixaria de estar conosco no dia a dia.

 

E qual será a prioridade do Liverpool: Champions ou Premier League?
Difícil dizer nesse momento sobre uma prioridade para o Liverpool. Acredito que temos que trabalhar para brigar pelas duas competições. Como disse anteriormente, ainda é muito cedo para determinar se teremos e qual seria o campeonato a definir como principal foco do nosso time. Temos que iniciar cada competição sempre pensando no título.

 

Atacante é peça importante para o esquema de Jürgen Klopp (Foto: Getty Images)Atacante é peça importante para o esquema de Jürgen Klopp (Foto: Getty Images)

Atacante é peça importante para o esquema de Jürgen Klopp (Foto: Getty Images)

 

Vocês já vão abrir a Champions com um adversário complicado. Acha que o Hoffenheim era o time mais difícil que o sorteio poderia trazer?
Todo clube que se classifica para a Champions conquistou com merecimento. Eu conheço bem o Hoffenheim e sei a qualidade e a organização do clube na busca pelos seus objetivos. Certamente teremos um adversário muito qualificado já no início do torneio, mas se queremos pensar em coisas grandes, temos que vencer times grandes desde o começo.

 

E qual o seu sentimento antes de reencontrar seu ex-clube?
O sentimento é de felicidade por ter a oportunidade de reencontrar amigos. Fui muito feliz no Hoffenheim e certamente terei um carinho muito grande por todos que conheci durante o tempo em que vivi na Alemanha. Sempre tive um carinho e um respeito muito grande por todos que trabalham ou trabalharam no clube e sempre fui tratado com muito respeito. São coincidências que o futebol nos proporciona e será muito bom poder retornar a Hoffenheim.

 

Qual a sua meta para esta temporada? Tem algum número de gols específico em mente?
Não gosto muito de trabalhar com números porque pode ser traiçoeiro para o atleta. Se eu pudesse ter uma meta na temporada, seria de poder conquistar títulos pelo Liverpool para entrar na história desse clube. Estou trabalhando muito para estar bem e ajudar o clube dentro de campo com muita garra e gols. Prefiro não determinar um número para não ficar focado somente nisso.

 

Tem como não focar na seleção brasileira nesta última temporada antes da Copa? Ou segue sendo só uma consequência do trabalho?
Acredito que a seleção brasileira é uma conseqüência do será feito aqui no clube durante a temporada. Se eu estiver bem, jogando em alto nível, livre de lesões e sendo importante para o Liverpool, acredito que estarei no radar do professor nas futuras convocações. O Tite é um excelente profissional e já conhece o meu trabalho. Vou lutar diariamente para estar bem pelo meu clube para estar à disposição para a Seleção.

 

 

Firmino tem 15 jogos com a camisa da seleção brasileira (Foto: Mowa Press)Firmino tem 15 jogos com a camisa da seleção brasileira (Foto: Mowa Press)

Firmino tem 15 jogos com a camisa da seleção brasileira (Foto: Mowa Press)

 

Para sua posição há uma grande concorrência. No Brasil, muitos pedem que Jô e Luan sejam testados. Como se sente?

O Brasil sempre foi um celeiro de craques e isso não é novidade para ninguém. O Luan e o Jô estão fazendo um bom ano no futebol brasileiro, o que certamente desperta a atenção de todos por uma possível convocação. Acredito que o Tite vai convocar os jogadores que estiverem em um grande momento e cabe a nós estarmos preparados para quando formos convocados.

O que acha que precisa fazer para estar na Copa do Mundo?
O que eu preciso fazer é o que eu fiz nos meus últimos anos aqui no futebol europeu: jogar em alto nível e ajudar meu clube a conquistar seus objetivos. Disputar uma Copa do Mundo é o sonho de qualquer garoto que entra no mundo do futebol e certamente é o meu também. Vou continuar trabalhando muito como venho fazendo aqui no Liverpool e, se Deus quiser, estarei dentro da lista dos 23 que vão para a Copa da Rússia.

 

Qual a expectativa do grupo com relação ao restante da preparação para a Copa, pois já estão classificados? Vocês elogiam muito o Tite entre vocês?
Fiquei muito feliz em ser convocado para essas próximas partidas da seleção. Apesar da classificação garantida, enfrentaremos Equador e Colômbia, que são dois fortes adversários e ainda brigam pela tão sonhada vaga na Copa do Mundo. É importante se manter no grupo dos que estão sendo convocados para estar mais próximo dos olhos do Tite e de sua comissão técnica. O grupo da Seleção confia muito no trabalho dele e isso não é novidade para ninguém. O professor assumiu uma equipe que não vinha de bons resultados e rapidamente conseguiu implementar sua filosofia de trabalho na seleção. É muito bom continuar fazendo parte da lista do professor e certamente continuarei dando meu máximo aqui no Liverpool para continuar na lista dos 23.

PUBLICIDADE