01/10/2019 10h35

Cristiano Ronaldo admite se ver fora do futebol: “Quem sabe o que acontecerá no próximo ano?”

"Quero sempre ser o número um"

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Notável, além do talento, por seu zelo pelo preparo físico ao longo da carreira, Cristiano Ronaldo sempre fez questão de dizer que gostaria de jogar até perto dos 40 anos. Mas, com a idade avançando, o luso parece se divertir fazendo mistério sobre seu futuro, deixando no ar a possibilidade de uma aposentadoria em breve. Essa foi a estratégia que o craque usou em entrevista à “SportsBible”, publicada nesta terça-feira.

 

– Eu ainda amo o futebol. Adoro entreter os fãs e as pessoas que amam Cristiano. Não importa a idade, é sobre a mentalidade. Nos últimos cinco anos, comecei a curtir este processo de me ver fora do futebol. Então, quem sabe o que acontecerá no próximo ano ou nos próximos dois? – disse CR7, ao comentar sobre o momento que vive na carreira.

 

Atualmente com 34, o astro luso segue disputando torneios em alto nível e figurando entre os candidatos a melhor jogador do mundo – ficou em terceiro na disputa do The Best, por exemplo. Dono de cinco premiações como essa, Cristiano agora pretende levar o sucesso dos gramados para o mundo dos negócios, onde se aventura há algum tempo em diversas vertentes: uma rede de hotéis, uma agência digital, restaurantes, academias, roupas e até cuecas.

 

– Levou muitos anos de trabalho duro, dedicação e paixão para alcançar o que tenho no futebol. Fora do futebol, ainda não estou lá, mas sou um cara competitivo e não gosto de ser o número dois ou três. Eu sempre quero ser o número um. Eu irei conseguir, 100% – disse o astro, que lançou uma coleção de perfumes no mês passado.

 

Ao falar sobre sua rotina dura de treinamentos, sempre exibida nas redes sociais, Cristiano Ronaldo afirmou que “não é louco”, uma vez que sua obsessão não é exatamente pelo treinamento, mas pelo sucesso. O astro voltou a dizer que gosta de estar sob pressão para poder crescer – que isso é algo que o motiva ainda mais no mundo empresarial.

 

– Isso é o que me motiva. Todo mundo tem pressão, você (jornalista) tem a pressão de fazer uma boa entrevista com Cristiano. É como você lida com a pressão que importa. Você precisa confiar em você. No futebol, eu tenho mais controle, sei o que posso fazer. Nos negócios, é mais difícil, você depende de outras pessoas. Mas eu tenho uma boa equipe. Será um desafio.

 

Ao ser questionado se poderá seguir os passos de outros grandes astros do esporte, como Michael Jordan, que também faz sucesso como empresário, Cristiano diz que pretende ter sua própria fórmula.

 

– Não quero imitar ninguém. Você tem que ser você o tempo todo, mas sempre pode pegar pequenos detalhes de bons exemplos. Não só no futebol, mas em outros esportes no geral, Formula 1, NBA, golfe, UFC… Os melhores atletas têm um trabalho parecido. Até os CEO’s de grandes empresas sempre estão motivados, e eles têm que trabalhar duro para conquistar coisas

 
PUBLICIDADE