16/10/2018 07h15 - Atualizado em 15/10/2018 21h47

Após 8 horas de viagem entre Salete e Porto Alegre, mãe de Odair Hellmann estreia no Beira-Rio e acerta o placar

PUBLICIDADE
Gaúcha ZH

Gaúcha ZH

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O técnico Odair Hellmann teve uma torcida especial no confronto deste domingo (14) contra o São Paulo. Em meio aos 45.263 torcedores que quebraram o recorde de público do “novo” Beira-Rio, estava dona Bernardete, mãe do treinador. Moradora de Salete, em Santa Catarina, cidade natal de Odair, ela viajou oito horas de carro para assistir à vitória colorada.

 

Após conceder 26 minutos de entrevista coletiva, na qual detalhou todas as estratégias adotadas para a vitória, Odair pediu um minuto aos jornalistas presentes para fazer referência à sua mãe.

 

— Pela primeira vez a minha mãe veio hoje no estádio. Viajou oito horas de Santa Catarina, minhas irmãs vieram também, se perdesse elas já não vinham mais também. Mas como elas são pé quente e eu sou rodeado de mulheres importantes na minha vida, minhas filhas, minha mulher, que fazem a diferença comigo todos os dias, eu não poderia deixar de agradecer a minha mãe, que é uma senhora, que fica lá longe, em Santa Catarina, tem as suas dificuldades de saúde, mas fez um esforço tremendo para que pudesse viajar oito horas de carro e vir aqui assistir (ao jogo). Então eu não poderia deixar de dar um beijo e um abraço e agradecer e se não ganhasse não vinha mais — disse ele, antes de encontrar os familiares.

 

Depois do agradecimento, além de Dona Bernardete, a esposa, as irmãs e as filhas de Odair foram ao encontro do treinador. Nesse momento, foi possível ouvir da matriarca dos Hellmann:

 

— Eu disse que ia dar 3 a 1. Eu trouxe a sorte.

 

O aspecto familiar, aliás, parece estar sempre presente para Odair. Logo após a vitória sobre o Atlético-MG, no dia 6 de agosto, em Belo Horizonte, ele dedicou o resultado à esposa e filhos.

 

— Liguei para minha esposa e meus filhos que ficaram rezando em Porto Alegre. Essa vitória é para eles também, passam por um perrengue comigo nas madrugadas vendo jogo. Dizem que o pai só pensa em futebol. Mas também nos fortalecem em casa — disse ele.

 

Vice-líder do Brasileirão, o Inter de volta à campo na próxima segunda-feira (22), às 20h, no estádio Beira-Rio, para enfrentar o Santos.

PUBLICIDADE