12/01/2018 09h05 - Atualizado em 12/01/2018 08h28

Fazer atividades físicas de manhã pode deixá-lo mais feliz por 7 horas, segundo novo estudo

Vamos passar mais tempo ao ar livre, pessoal!

PUBLICIDADE
Yahoo!

Yahoo!

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Já faz tempo que conhecemos os efeitos positivos para nossa saúde mental e bem-estar de passar algum tempo ao ar livre, mas agora um novo estudo confirmou algumas crenças populares.

 

O projeto pioneiro confirmou pela primeira vez que se exercitar ao ar livre pode ter um efeito positivo sobre nossa saúde mental. Estamos falando de longos passeios pelo campo, de ter contato com a natureza, ouvir o canto dos pássaros e bastante exposição ao céu (independentemente do clima).

 

No dia nove de janeiro, no programa matinal BBC One, o neurocientista Dr. Andrea Michelli falou sobre as conclusões do projeto. Ele explicou que, embora haja uma ligação positiva entre estar ao ar livre e a melhora da saúde mental, as evidências até o momento eram poucas, devido aos métodos irreais de obter dados quantitativos.

 

O novo projeto é baseado em um aplicativo chamado Urban Mind, que tem sido usado para rastrear os movimentos dos usuários através de seus dispositivos móveis. Ele também pede a usuários, aleatoriamente, para responder a perguntas sobre onde eles estão, o que estão vendo e como estão se sentindo em determinados momentos.

 

As conclusões

No geral, o estudo encontrou uma forte ligação entre a exposição à natureza e o bem-estar. Mas, além disso, Dr. Michelli destacou duas descobertas particularmente interessantes.

 

Em primeiro lugar, os efeitos positivos de uma única atividade ao ar livre – por exemplo uma caminhada, corrida ao ar livre ou cuidar do seu jardim – podem ter os efeitos prolongados por 7 horas depois que a pessoa a realizou. Isso se refere à sensação de felicidade geral e bom humor.

 

Photo credit: Peter Chadwick LRPS / Getty
Crédito da foto: Peter Chadwick LRPS / Getty
 

Isso significa que ir caminhando para o trabalho de manhã ou levar o cachorro para passear pode realmente fazer você se sentir mais feliz o dia todo. Ótima notícia.

 

Em segundo lugar, nem todos terão a mesma reação após a exposição à natureza. O mais interessante é que indivíduos em maior risco de desenvolver problemas de saúde mental como ansiedade e depressão, são ainda mais beneficiados.

 

Essa é uma descoberta muito importante e será útil para ajudar os pacientes a superarem problemas de saúde mental. Ela pode ajudar as pessoas propensas a se sentirem mal em determinados horários do dia a adaptarem seu estilo de vida para atender às suas necessidades de saúde mental.

 

Estudo de caso

Paul Brook também esteve no programa BBC Breakfast falando sobre como observar pássaros o ajudou a superar a ansiedade.

 

“É uma ótima atividade em termos de noção de perspectiva. Eu passo bastante tempo sentado numa mesa de trabalho”, explicou ele. “Ficar ao ar livre é uma distração positiva. Você pode observar os pássaros e outros animais, ficar perto da água e das árvores. Há muito para ver, muito para distrair seus sentidos e tirá-lo do tumulto que acontece na sua cabeça durante episódios de ansiedade”.

 

Photo credit: Trudie Davidson / Getty
Crédito da foto: Trudie Davidson / Getty
 

Paul diz que a atitude consciente de observar os pássaros e caminhar, ajuda muito. Ele frequentemente se deixa absorver pelo momento, seja em uma montanha na Costa Leste ou em um prado de flores selvagens, fugindo da rotina diária.

 

Dr. Michelli espera que o projeto possa contribuir para fornecer mais informações e criar planos de tratamento diversificados para os pacientes. Os resultados foram publicados na revista BioScience.

 

Vamos passar mais tempo ao ar livre, pessoal!

 

 

Emma-Louise Pritchard

PUBLICIDADE