06/05/2020 17h40

VÍDEO: com a estiagem, idoso encontra escrita que fez em pedra do Rio Itajaí-Açu em 1986

Homem morava em Apiúna quando registrou, em janeiro de 1986, a estiagem que a região enfrentava

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um idoso de 62 anos encontrou uma marcação que fez em uma pedra do Rio Itajaí-Açu, em Apiúna, há 34 anos. A visualização só foi possível porque o nível da água está tão baixo quanto naquele ano, quando a região do Vale do Itajaí passou por uma estiagem semelhante à vivida agora.

 

Nery da Silva gravou um vídeo na tarde desta terça-feira (5), no momento em que achou a escrita: “1-1-86”. Ele ainda morava em Apiúna, às margens do rio, na altura do bairro Subida, quando registrou a seca daquela época. Após 30 anos, mudou-se para Balneário Camboriú, onde vive atualmente.

 

Mesmo assim, visita com frequência o município do Alto Vale, pois possui terrenos no local.

 

A cada temporada sem chuva ele tentava reencontrar a escrita, mas nunca o nível da água baixou tanto a ponto de isso ser possível. Até que a estiagem de 2020 chegou. — Eu trabalho com construção civil, então usei um instrumento de cortar pedra para registrar a seca de 1986. Estou indo a Apiúna hoje (quarta) e vou marcar a data de 2020 do lado da outra — conta Nery.

 

Naquele janeiro, ele anotou também o nome dele em alguma das rochas, mas não lembra o lugar exato. Depois de eternizar 2020 em meio ao Itajaí-Açu, Nery espera nunca mais poder ver essas escritas novamente:

 

— Eu espero, enquanto viver, não presenciar isso (estiagem) de novo.

 

Fonte: NSC

PUBLICIDADE