27/11/2020 12h45

Professores protestam contra volta das aulas presenciais em SC

Com cruzes e a morte, membros do sindicato apontam risco da volta às aulas presenciais em ato em frente ao Centro Administrativo

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Membros do Sinte/SC (Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Santa Catarina) levaram na manhã desta quinta-feira (26) cruzes e a imagem da morte para a frente do Centro Administrativo do Governo do Estado de Santa Catarina, em Florianópolis.

 

O ato simbólico começou às 9h e durou cerca de 40 minutos. De acordo com o sindicato, a ação foi um protesto ao retorno das aulas presenciais na rede estadual de Santa Catarina.

 

Para o ato foram levadas cruzes, faixas e a representação da morte. A manifestação reuniu dirigentes do Sinte Estadual e da Regional de São José. De acordo com o Sinte/SC, foram respeitadas as regras sanitárias e de distanciamento social.

 

Com o ato, os dirigentes tiveram a intenção de comunicar que o Governo terá a responsabilidade pelo risco à vida da comunidade escolar, com o retorno das aulas presenciais na pandemia, informa o sindicato.

 

A reportagem procurou a Secretaria de Educação do Estado, que informou que não vai se pronunciar.

 

Na última segunda-feira (23), a Justiça reconsiderou a sua decisão e autorizou o retorno às aulas na rede pública estadual, conforme decreto Estadual, em áreas de risco grave para Covid-19. Enfrentando um dos momentos mais graves da pandemia, SC tem nesta quinta-feira 84,3% dos leitos de UTI ocupados e 12 hospitais superlotados.

 

“A governadora tomou uma atitude genocida que flexibiliza a volta às aulas em pandemia” afirmou durante o ato Luiz Carlos Vieira, coordenador estadual do Sinte/SC .  “A economia foi colocada em primeiro lugar”.


FONTE: ND+


Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

 

PUBLICIDADE