07/03/2020 22h25 - Atualizado em 08/03/2020 08h35

Jeferson Kniess e Emerson Grunfeldt presidirão o republicanos em Taió

O partido abrigará o grupo pró-Bolsonaro que foi tirado do PSL

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

A PEDIDO : MATÉRIA PRODUZIDA PELO DIRETÓRIO DO REPUBLICANOS DE TAIÓ

 

Foi realizada na noite da última terça-feira em Taió a reunião que definiu o comando do Republicanos no município. O diretório taioense será comandado pelo mesmo grupo que de forma desacreditada, liderou a surpreendente campanha do PSL em 2018.Após a saída de Jair Bolsonaro do partido, os defensores de seu governo que na grande maioria, foram autoritariamente colocados de lado pela antiga sigla, foram procurados pelo Republicanos para que pudessem ter condições de iniciar suas pré-candidaturas.

 

O advogado e assessor especial da ministra Damares Alves, Marco Carvalho, foi o interlocutor entre os diretórios nacional e estadual, para com os bolsonaristas do Alto Vale que desejavam iniciar um movimento sem cabrestos. Com isso, a região recebeu no dia 28 de fevereiro a visita do deputado estadual e presidente do Republicanos em Santa Catarina, Sergio Motta, na Arena .44 Magnum, em Rio do Sul. Para Motta, o perfil do partido que é conservador, foi o motivo que contribuiu na hora da decisão.“Entendemos que o curto espaço de tempo para as eleições municipais não permitiu que a organização do Aliança Pelo Brasil, partido criado por Bolsonaro, deixasse a nova sigla apta a tempo de participar das disputas e, por este motivo o Republicanos foi o escolhido”, garantiu ele. “Se os novos filiados ficarão ou não no Republicanos, vamos aguardar o tempo responder. Agora nós vamos acolher pessoas de bem e que pensam no coletivo”, pontuou o deputado.O partido que já abriu conversas para compor uma chapa majoritária no município e que também já está filiando seus pré-candidatos a vereador, será presidido pelo jovem Jeferson Kniess, que no último ano foi secretário parlamentar no gabinete do deputado estadual Ricardo Alba.

 

A vice-presidência republicana será ocupada pelo empresário Emerson Grunfeldt, que preside a ACIAT e é também vice-presidente da CDL.“Assumimos o desafio de manter nossa marca e nossa estreita proximidade com o presidente Bolsonaro aqui em Taió. Nosso grupo foi o responsável pelos outdoors, passeatas, carreatas e todo o tipo de manifestação pró-Bolsonaro e posteriormente pró-governo federal. Inclusive temos uma das maiores páginas de direita em Santa Catarina, a ‘Bolsonaro Taió’. Enquanto no PSL nós bancávamos do nosso bolso as contas para deixar o partido em dia, o presidente estadual sentado sobre o fundo partidário, oferecia o partido para outros políticos daqui.

 O PSL não elegeu Bolsonaro como tendenciosamente tentam descrever o partido que, depois de se tornar poderoso, ficou ao lado da falta de transparência de Luciano Bivar. Teremos no Republicanos o que o PSL nos arrancou, por causa das nossas firmes posições”, disse o presidente Jeferson.A relação com todas as ocupações do diretório, ficou assim constituída:

Presidente: Jeferson Kniess

Vice-presidente: Emerson Grunfeldt

Secretário: Marcelo Gramkow

Tesoureira: Brenda Jahn Kniess

1º Vogal: Tardeli Vendramin

2º Vogal: Renildo Fistarol

PUBLICIDADE