06/07/2020 08h36

Homem morre ao cair enquanto consertava telhado de casa em SC

Outras sete pessoas ficaram feridas em Garuva em acidentes durante reparos de estragos causados em temporal. Defesa Civil alerta para cuidados necessários

PUBLICIDADE
Fonte: NSC

Fonte: NSC

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Um homem morreu ao cair do telhado de uma casa neste domingo (05/07), em Garuva, no Norte do Estado. Segundo informações da Defesa Civil, ele estava tentando consertar o telhado de uma casa que foi danificado por causa do ciclone bomba que provocou estragos em Santa Catarina na última semana.

 

Segundo o Corpo de Bombeiros, o homem tinha 35 anos e morava no bairro Vila Verde. Ele chegou a ser conduzido à unidade de pronto-atendimento, mas não resistiu.

 

Ao longo do dia, mais sete pessoas ficaram feridas em outros acidentes domésticos envolvendo o conserto de danos causados pelo temporal da terça-feira. A situação fez a Defesa Civil alertar para a necessidade de adotar cuidados nos reparos feitos por moradores.

 

– A gente orienta a população que foi afetada, não só de Garuva, mas todos os catarinenses, para que tomem os devidos cuidados de segurança. Que amarre um cabo, uma corda, ou usem cintos para poder evitar que aconteça isso – alertou o coordenador regional de Defesa Civil no Norte de SC, Antônio Edival Pereira.

 

Segundo ele, 8,8 mil telhas foram entregues a moradores somente entre este sábado (4) e domingo (5). Mais 15 mil unidades foram solicitadas e estão a caminho.

 

Em Garuva, 40 casas foram destruídas, 70 postes destruídos e 100 danificados pelo ciclone da última semana. Até este domingo, cerca de 40% da cidade ainda estava sem energia elétrica. A previsão é de que a rede só seja totalmente normalizada até a quinta-feira. Segundo a Epagri, somente na agricultura o município já amarga prejuízo de R$ 18 milhões.

 

O secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, e o chefe da Defesa Civil de SC, João Batista Cordeiro Junior, sobrevoaram Garuva neste domingo para conferir a dimensão dos estragos. 

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar AQUI.

PUBLICIDADE