11/11/2019 13h22 - Atualizado em 11/11/2019 13h24

Encontro entre líderes do PSDB, Tiago Maestri e Nelson Goetten cria novo rumo para a política taioense

O encontro ocorreu nesta segunda-feira

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

 

Após ser preterido por vereadores e lideranças do PP, PSD e PL, o presidente reeleito da Câmara de Vereadores de Taió, Tiago Maestri, vem buscando diálogo com outras siglas partidárias, visando a eleição de 2020. Segundo vereador mais votado na última eleição, Maestri vem buscando voos mais altos, porém, tem sido impedido por algumas lideranças políticas dos partidos acima citados.

 

A tentativa era construir uma aliança entre PP e PSD : “Eu como presidente do partido, preciso dar andamento no projeto do PSD na cidade de Taió, não posso ficar aguardando a decisão de uma meia dúzia de pessoas” disse ele.

 

Ao lado do ex-deputado federal Nelson Goetten de Lima que tem declarado total apoio pela posição pela forma de Tiago Maestri fazer política na cidade, estiveram na manhã dessa segunda-feira (11), no gabinete do prefeito Almir Guski (PSDB) reunidos. O atual mandatário da Prefeitura já deixou claro que não é candidato a reeleição, e ainda não definiu quais serão os voos tucanos no próximo pleito. Há a possibilidade de apoiar Tiago Maestri, tendo em vista a parceria entre a Câmara e a Prefeitura nesses quatro anos. Em diversas ocasiões, houve devolução de recursos da Câmara aos cofres públicos, além de Guski ter proporcionado por diversas vezes que Maestri fosse prefeito interino, mostrando atos de respeito entre eles.

 

“Uma eleição para que tenha um resultado positivo é necessário o apoio de partidos e principalmente de pessoas, e o PSDB provou que tem sua força na cidade elegendo o atual prefeito em 2016” disse Maestri. Na reunião dessa segunda (11), Tiago convidou o PSDB para apoiar o PSD nesse novo projeto.

 

Atualmente o PSD tem se posicionado a favor do governo Almir e Alexandre na Câmara, dando agilidade nos projetos e acabando principalmente com as grandes discussões entre os dois poderes, além de ter devolvido mais de um milhão de reais ao município.

 

O prefeito Almir Guski e o vereadores Jaci de Liz e Dudu Poffo agradeceram a visita do ex-deputado Nelson Goetten e do atual presidente da Câmara, Tiago Maestri e disseram que a decisão não depende apenas deles e sim de todo partido, mas que não descarta a união entre PSD e PSDB em um projeto para as eleições de 2020, “Tudo é possível” finalizou Guski.

PUBLICIDADE