22/05/2020 16h26

Educação de Rio do Sul discute melhorias para o ensino não presencial

Alunos da rede municipal continua com atividades disponíveis em portal educacional

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

Estudantes da rede municipal de ensino de Rio do Sul continuam tendo acesso ao Portal Educa Rio do Sul (https://portal.aluno.riodosul.sc.gov.br) para poder visualizar atividades, materiais jogos, textos e vídeos, entre outros, aos diversos níveis, áreas, modalidades e componentes do conhecimento, organizados pelo nível e modalidade de ensino. É uma maneira de envolver os alunos no ensino não presencial neste período em que todas as escolas e unidades de ensino infantil estão fechados por conta do enfrentamento ao coronavírus.

 

As atividades e materiais são disponibilizados via Google for Education, como forma de facilitar as atividades pedagógicas dos professores e estudantes, dentro e fora das salas de aula, por meio de qualquer dispositivo móvel ou computador conectado à internet.

 

Para aqueles que não têm acesso a internet, a Secretaria de Educação entrega as atividades impressas semanalmente aos estudantes através dos gestores de cada unidade educacional.

 

Esta semana aconteceu o pré-conselho de classe, para realizar um levantamento de dados do processo de ensino para análise comparativa do desempenho dos estudantes entre os professores, de forma a dar agilidade ao Conselho de Classe, marcado para a próxima semana, por videoconferência ou de maneira presencial, mas respeitando as recomendações de prevenção ao coronavírus.

 

Segundo a secretaria de Educação, Janara Mafra, as discussões e tomadas de decisões do conselho devem estar respaldadas em critérios qualitativos como os avanços obtidos pelo estudante na aprendizagem e o trabalho de acompanhamento e supervisão realizado pelo professor para que o estudante melhore a aprendizagem “Além disso, debatemos a metodologia de trabalho utilizada pelo professor tendo em vista o isolamento social e o uso de vídeos, arquivos em texto, áudios e o desempenho do estudante em todas as disciplinas”, destaca.

 

Está em debate ainda, formas de aprimorar a devolutiva das atividades feitas em casa para que possam ser analisadas e avaliadas, bem como orientar os estudantes na execução das tarefas pela internet.

 

Para as famílias da Educação Infantil, as atividades têm o sentido de contribuir para minimização das eventuais perdas para as crianças. “Os professores desenvolvem materiais orientadores aos pais ou responsáveis com atividades educativas de caráter lúdico, recreativo, criativo e interativo, para realizarem com as crianças em casa, garantindo, assim, atendimento essencial às crianças pequenas”, reforça a secretária.

PUBLICIDADE