19/05/2020 21h54 - Atualizado em 19/05/2020 21h55

Cirurgias eletivas voltam a ser realizadas com restrições e regionalizadas

A confirmação foi dada pelo secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

O governador Carlos Moisés da Silva vai anunciar nesta quarta-feira (20) a retomada das cirurgias eletivas em Santa Catarina, que estavam suspensas desde o mês de março em razão da COVID-19, causada pelo novo coronavírus.

 

A confirmação foi dada aos presidentes da Federação dos Hospitais de SC e Federação das Santas Casas, Hilário Dalmann, durante audiência presencial com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro. O tema também foi debatido com o Conselho Regional de Medicina, com as definições de regramento para os profissionais que irão atuar na retomada da eletivas.

 

Nascimento colocou que a mesmo que as cirurgias sejam de forma gradual, darão fôlego aos hospitais, que já enfrentam dificuldades financeiras. Ele lembrou que desde março os procedimentos deixaram de ser realizados, provocando a diminuição da ocupação da taxa de ocupação, elevando os prejuízos, já que as despesas continuaram as mesmas. “Aos poucos esperamos voltar ao normal”, acrescentou o presidente da FEHOSC. As normas são anunciadas pelo próprio governador, nesta quarta-feira.

 

As entidades também cobraram do secretário da Saúde o pagamento em dia da Política Hospitalar Catarinense. André Motta Ribeiro admitiu que há algumas pendências, mas logo apresentará um cronograma para que as parcelas mensais sejam colocadas em dia. Sobre os valores de repasses para leitos de COVID-19, também prometeu dialogar com o Ministério da Saúde. Uma das solicitações é para que o hospital receba os recursos mesmo que o leito não tenha sido utilizado, mas para isso seria preciso criar uma normativa. Participaram também da reunião o diretor executivo da FEHOESC, Braz Vieira e o diretor executivo da FEHOSC, Pedro Pelisser.

 

Durante audiência com o governador, intermediada pelo chefe da Casa Civil, Amandio João da Silva Júnior, Giovani Nascimento destacou os avanços desde 2019 para o segmento hospital de Santa Catarina. “Precisamos enaltecer o esforço do governo em aplicar mais de R$ 300 milhões só neste ano para os hospitais contratualizados”. “Sabemos que precisamos avançar, mas somos parceiros na busca por um só objetivo, darmos melhor atendimento possível aos cidadãos catarinenses”. O presidente da FEHOESC, ainda se reuniu com o novo comandante da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Dionei Tonet.

 

Texto e fotos: Rute Enriconi

PUBLICIDADE