01/07/2020 16h00

Ciclone em SC: Fenômeno provoca ocorrências em 101 municípios do Estado

A informação é do balanço divulgado pela Defesa Civil no começo da tarde desta quarta-feira (01)

PUBLICIDADE
Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina

Fonte: Governo do Estado de Santa Catarina

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O ciclone extratropical que atinge o Estado desde a tarde de terça-feira, 30, provocou ocorrências em ao menos 101 municípios. A informação é do balanço divulgado pela Defesa Civil no começo da tarde desta quarta-feira, 1º de julho. O mesmo documento informa que o Estado tem nove mortes confirmadas e outras duas pessoas desaparecidas por conta do evento climático.

 

As mortes foram de uma idosa em Chapecó, um homem em Santo Amaro da Imperatriz, três pessoas em Tijucas, Governador Celso Ramos (1), Ilhota (1), Itaiópolis (1) e Rio dos Cedros (1). Os desaparecimentos ocorreram em Tijucas e Brusque.

O chefe da Defesa Civil, João Batista Cordeiro Júnior, está em Lages coordenando o trabalho de reparo dos danos em todo o Estado. Segundo ele, os órgãos governamentais estão irmanados em busca do atendimento às ocorrências. O Corpo de Bombeiros Militar está com mais de mil homens nas ruas, com o apoio de 380 viaturas. Mais de 1,6 atendimentos já foram realizados.

 

“Agora estamos fazendo levantamento dos danos. Todos os itens de assistência humanitária estãos endo ofertados pelo governo do estado”, observa Cordeiro Júnior.

 

No caso da Celesc, cerca de 1,3 mil funcionários trabalham para restabelecer a distribuição de energia. O trabalho envolve, principalmente, a retirada de material pesado que caiu sobre a rede e pode levar de dois a três dias em determinadas localidades. “Neste momento, as pessoas devem ficar em casa e não se aproximarem de locais próximos à rede elétrica para evitar acidentes”, orientou o diretor de Geração, Transmissão e Novos Negócios da Celesc, Pablo Cupani.

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar AQUI.

PUBLICIDADE