19/05/2020 18h31

Botijão de gás explode em casa em SC; veja cuidados na instalação

Bombeiros recomendam botijões em local ventilado e testes com água e sabão, e não com isqueiro, como ocorreu no local do acidente desta terça

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Corpo de Bombeiros Militar atendeu na manhã desta terça-feira (19) uma ocorrência de explosão de botijão de gás em uma casa em Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis.

 

Segundo os bombeiros, o proprietário da casa havia trocado o botijão no último domingo e desde a segunda-feira passou a sentir cheiro de gás. Ao decidir “testar” se havia vazamento com um isqueiro perto da válvula, o botijão explodiu.

 

Não houve feridos, mas a estrutura da residência ficou danificada, o que provocou a interdição do local. Como o botijão ficava em um abrigo construindo abaixo do nível da calçada. Com isso, o gás se espalhou por debaixo da residência e danificou toda a estrutura.

 

– O morador não se feriu neste caso porque o GLP não ficou acumulado junto ao abrigo e com isso se dissipou por baixo da casa, gerando a explosão e comprometendo a estrutura da casa. Se estivesse acomodado em um local ventilado, externo, não teria acontecido – explica o capitão Ismael Mateus Piva, chefe da Divisão de Perícia de Incêndio e Explosões do Corpo de Bombeiros Militar de SC.

 

Os bombeiros alertam que essa não é uma prática incomum. Somente nos últimos dois anos o Corpo de Bombeiros de SC investigou 87 incêndios relacionados com o gás de cozinha em edificações.

 

– O que chama atenção nestes casos é que o índice de vítimas é quase seis vezes superior à média geral dos incêndios. A cada cinco incêndios que envolvem GLP, pelo menos um tem vítima ferida ou em óbito – ressalta o capitão.

 

No caso desta terça, o estrago poderia ter sido evitado caso o morador tivesse feito o teste com uma esponja e sabão. Para fazer o teste, a forma mais indicada é que as pessoas façam uma espuma e coloquem na válvula. Se borbulhar, é sinal de que está com vazamento.

 

Além do perigo dos vazamentos, os bombeiros litam outros cuidados a serem tomados na instalação dos botijões. Confira abaixo:

 

Cuidados na instalação de botijões de gás:
– Instale o botijão de GLP sempre no lado externo, em local ventilado. Nunca devem ser colocados enterrados ou em compartimentos fechados e sem ventilação, tais como armários, vãos de escada e porões.

 

– Para evitar as explosões jamais instale o botijão próximo a desníveis, ralos ou ainda em locais com escoamento de ar, já que o gás é mais pesado que o ar e pode se infiltrar nestes espaços e ter as explosões.

 

– Compre o regulador de pressão e a mangueira das instalações que possuam as identificações do Inmetro gravadas. Lembrando que estes equipamentos possuem validade, confira as datas na mangueira.

 

Ao sentir cheiro de gás em casa:

 

– Feche o registro do gás.

 

– Não acione interruptores de eletricidade.

 

– Saia e retire as pessoas do local.

 

– Se o ambiente for fechado abra as janelas e portas para permitir a circulação do ar.

 

– Não produza faísca, seja com cigarro, isqueiro ou fósforo.

 

* Com informações da assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros Militar de SC / NSC

PUBLICIDADE