09/11/2019 17h16 - Atualizado em 10/11/2019 16h54

BASTIDORES: Tiago Maestri (PSD) poderá mudar o rumo da Política Taioense

Presidente da Câmara de Vereadores de Taió avalia cenários para a eleição de 2020

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Delta Ativa

A decisão de apoiar o governo Almir e Alexandre, no “sentido de intermediador” na Câmara municipal, fez com que Tiago Maestri (PSD) pagasse um preço. Os vereadores de oposição compostos pelos partidos Progressistas (Ex-PP), PL e PSD não concordariam com ele agora em uma chapa majoritária com a empresária Nerlize Sandri (que deverá se filiar ao Progressistas, PP) formalizando a aliança antiga PP e PSD. Ainda segundo os vereadores, ele teria rompido um acordo onde manteria a oposição no comando do legislativo.

 

Após as eleições de outubro de 2016, Tiago foi procurado pela base do governo Almir e Alexandre e teve o apoio com 4 votos fazendo dele o novo presidente da Câmara de vereadores de Taió . Segundo informações, existia  um vereador do grupo que estaria negociando nos bastidores o comando da casa, e devido a essa situação, tomaria a decisão de ser ele então o presidente.

 

Ao virar presidente da Câmara, Tiago Maestri tomou uma decisão: ajudar a acabar com as brigas entre legislativo e executivo, o que acontecia há muitos anos, e ser um presidente mais ponderado, fazendo uma gestão econômica e devolvendo recursos ao município.

 

A posição de Tiago Maestri e as principais ações do presidente do legislativo Taioense despertou os olhos do ex-deputado Nelson Goetten, que passou o apoiar pela sua posição. Goetten diz relembrar a sua gestão de economia e posições na época. “Defendo um presidente do estilo do Tiago, paz na política, economia e o andamento dos próximos projetos, um estilo com gestão. Tiago tem se mostrado uma das grandes revelações da política Taioense” disse ele.

 

Após o posicionamento dos vereadores de oposição, Tiago disse que está focado, respeita a decisão deles, mas não concorda: “Penso que devemos continuar a união entre PP e PSD, mas se não for a decisão dos líderes, vou buscar outro caminho. Porém, pretendo continuar a minha conversa com o PP e com PL, mas não descarto a conversa com outros partidos”, afirmou Maestri a reportagem da Educadora.

 

Principais ações do presidente e precisão na sua gestão

Além de ser a Câmara que menos gasta diárias no Alto Vale, há a previsão de devolver para a Prefeitura mais de 1.5000.000,00 (Um milhão e quinhentos mil reais) até o final do seu mandato. Com esse recurso, Taió foi beneficiado com:

 

Caçamba

Sinaleira

Mutirão da Saúde

Reforma do Posto de saúde da Erva

Bancos

Manutenção de estradas

Campeonato Suíço

Espalhadores de Calcário

Entre outros.

PUBLICIDADE