23/01/2021 10h22

Alarme falso? “Calamidade” em SC prevista pela Metsul não é validada pela Epagri

Metsul advertiu que Estado pode acumular 400 mm de chuva nos próximos dias, enquanto Epagri prevê índice menor, com registro máximo de 50 mm

PUBLICIDADE
Santa Catarina segue com alerta para chuva intensa com riscos de alagamentos (Foto: Reprodução/NDTV)

Santa Catarina segue com alerta para chuva intensa com riscos de alagamentos (Foto: Reprodução/NDTV)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Metsul emitiu um alerta nesta quinta-feira (21), em que prevê um cenário de “calamidade” provocado pela chuva nos próximos dias em Santa Catarina. A previsão aponta um volume extraordinário de água, que pode chegar a acumular até 400 mm em alguns pontos do Estado entre esta sexta-feira (22) e sábado (23).

 

No entanto, a meteorologista da Epagri/Ciram, Gilsânia Cruz, afirma que a previsão do órgão oficial de meteorologia no Estado indica números bem abaixo, com um registro máximo de 50 mm pontuais nesta sexta.

 

Segundo ela, a divergência nos números se dá por conta do modelo de previsão utilizado pela Metsul.

 

alerta emitido pela Metsul fala que “o modelo WRF (Weather Research and Forecasting) está projetando chuva extrema na ordem de centenas de milímetros, de 200 mm a 400 mm, para pontos do Leste e o Nordeste de Santa Catarina e da costa do Paraná entre esta sexta (22) e o sábado (24)”.

 

De acordo com Gilsânia Cruz, esse modelo tem uma escala menor, o que justifica a discrepância entre as previsões.

 

“Eles utilizaram como referência um modelo de medição WRF de 5 km, que é um modelo de escala menor do que os que a Epagri utiliza. Não estamos de acordo com essa previsão.”, esclarece.

 

Metsul prevê acúmulo de 400 mm em SC nos próximos dias

Imagem do radar WRF, que prevê cenário de extremo perigo em Santa Catarina por conta das chuvas (Foto: Divulgação/Metsul)

Ainda de acordo com o alerta emitido pela MetSul “com o que já caiu de chuva, o que deixa o solo saturado, e a perspectiva ainda de muita água, antecipa-se se um cenário de extremo perigo para deslizamentos e inundações com grave risco à vida em áreas com maior vulnerabilidade como zonas alagadiças e de encostas”.

 
 

A empresa de meteorologia cita, ainda, que os alto acúmulo pode ocorrer em poucas horas.

 

“Espera-se chuva orográfica, associada ao relevo, capaz de gerar volumes excepcionais de precipitação em curto período (100 mm a 200 mm em três horas). As áreas de maior perigo são as regiões de Florianópolis, Itajaí,  Brusque, Timbó Joinville, Balneário Camboriú, São Francisco do Sul e Blumenau, e os municípios próximos”.

 

A previsão meteorológica da Epagri/Ciram, por outro lado, indica chuva persistente durante todo o dia nesta sexta-feira (22) em todo o Litoral e no Baixo Vale do Itajaí, mas com totais elevados de 20 mm a 40 mm em média, e pontuais em torno de 50 mm.

 

O alto risco de alagamentos e deslizamentos permanece em Santa Catarina.

 

Nosso aviso de quinta-feira (21), colocava valores em torno de 60 mm a 80 mm, e pontuais que poderiam ser acima de 100 mm. E foi em torno do que ocorreu mesmo. Pelo alerta emitido pela Metsul, já teria que ter chovido pelo menos uns 200 mm na quinta e chover mais 200 mm até sábado (23). Não tem essa previsão nos modelos que utilizamos. A nossa é bem diferente”, diz a meteorologista da Epagri/Ciram, Gilsânia Cruz.

 
 

Tempo deve mudar neste fim de semana

 

Conforme as informações da meteorologista da NDTV, Amanda Santos, o tempo já começa a mudar a partir deste sábado (23).

 

“Nesse fim de semana a gente já não tem mais chuva intensa, em grande parte das regiões ela ocorre só no fim do dia. E a partir da segunda-feira (25) já tem estabilidade geral no tempo de novo, mas aí é um outro sistema que tá em jogo. Nesta semana o Estado teve uma chuva contínua e volumosa, mas na próxima teremos aquelas pancadas de temporais no fim do dia apenas, típicas de verão”, explica.

 

Segundo a Epagri/Ciram, a circulação marítima que proporciona o sistema de chuva persistente que ocorreu na última semana já está no fim.

 

Pelo menos 25 cidades registraram estragos nos últimos dias em SC

 

A semana de chuvas em SC causou estragos e ocorrências em pelo menos 25 cidades catarinenses, de acordo com dados da Defesa Civil e apurados pela reportagem do nd+.

 

São dados registrados pelas Coordenadorias Municipais nas 13 cidades:

 
 
  • – Pescaria Brava;
  • – Bom Retiro;
  • – Imbituba;
  • – Ilhota;
  • – Rodeio;
  • – Brusque;
  • – Apiúna;
  • – Papanduva;
  • – Itaiópolis;
  • – Benedito Novo;
  • – São João do Itaperiú;
  • – Balneário Piçarras;
  • – Jaraguá do Sul.

 

Reportagem apurou mais 12 municípios

 

  • – Florianópolis
  • – Palhoça
  • – Blumenau
  • – Gaspar
  • – Timbó
  • – Indaial
  • – Joinville
  • – Corupá
  • – Campo Alegre
  • – Mafra
  • – Araquari
  • – Cocal do Sul

FONTE: ND+

PUBLICIDADE