14/09/2021 14h43

Veja qual a capacidade máxima de torcedores permitida em cada estádio de Santa Catarina

Liberação de público tem regras pré-determinadas

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Estádio Orlando Scarpelli pode receber 5.875 torcedores (Foto: Eduardo Valente / Estadão Conteúdo)

Estádio Orlando Scarpelli pode receber 5.875 torcedores (Foto: Eduardo Valente / Estadão Conteúdo)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

Depois de 548 dias, estádios de Santa Catarina vão abrir os portões para a entrada de torcedores. A decisão é do Governador Carlos Moisés, após pedido da Federação Catarinense de Futebol (FCF) e dos clubes.

 

A liberação, no entanto, obriga o cumprimento de regras, como uso de máscaras, distanciamento de 1,5 metro e comprovante de vacinação contra a Covid-19 ou exame RT-PCR negativo. Outro item da portaria SES nº 1015, publicada em 13 de setembro de 2021, determina que a ocupação máxima em cada local seja de apenas 30%.

 

Abaixo, você pode conferir quantos torcedores poderão assistir aos jogos da final da Série B, entre Camboriú e Barra, e também da Copa Santa Catarina.

 

estadios sc

A partida que marca oficialmente o retorno de torcedores aos estádios de Santa Catarina será Criciúma x Hercílio Luz, às 19h30, desta quarta-feira, no Heriberto Hülse, pela primeira rodada da Copa Santa Catarina.

 

O jogo entre Barra e Camboriú, às 15h desta quarta, pela ida da decisão da Série B do Catarinense, que marcaria o retorno do público, não terá a presença da torcida. O mandante optou por abrir mão da entrada de público para priorizar a segurança dos envolvidos.

 

Também no mesmo dia e horário, a Caçadorense recebe o Joinville no estádio Carlos Alberto Costa Neves, e a entrada de público também não será permitida. De acordo com o clube de Caçador, o local passa por reforma para se adequar às normas de infraestutrura determinadas pela FCF e o tempo para comercializar ingressos é curto.


FONTE: GLOBO ESPORTE SC

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOK YOUTUBE.

 

PUBLICIDADE