16/04/2021 11h14

Vasco vence o Flamengo por 3 a 1 e encerra jejum de 17 jogos no clássico

Cano marcou no Clássico dos Milhões pela primeira vez

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Cano celebra seu gol sobre o Flamengo (Foto: André Durão)

Cano celebra seu gol sobre o Flamengo (Foto: André Durão)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Em clássico realizado na noite de ontem (15), no Maracanã, o Vasco venceu o Flamengo por 3 a 1, e se aproximou do G4 do Campeonato Carioca. Os gols do triunfo foram marcados por Leo Matos, Cano, que marcou neste confronto pela primeira vez, e Morato. Vitinho descontou.

 

Com o resultado, o Cruz-Maltino chegou a 13 pontos, mantendo ainda chances de classificação à semifinal do Estadual. O Rubro-Negro se mantém com 19, na segunda colocação, atrás do Volta Redonda, que tem 20 pontos.

 

A vitória fez o time de São Januário dar fim a um recente retrospecto negativo frente ao rival. O último triunfo havia sido em abril de 2016, por 2 a 1, em duelo válido pelo Estadual. De lá para cá, até esta noite, tinham sido 17 jogos, com nove empates e oito triunfos da equipe da Gávea.

 

Gol cedo

 

Vasco abriu o placar ainda no começo da partida. Em cobrança de escanteio de Zeca, Leo Matos subiu e, de cabeça, balançou a rede. A bola área, que vinha sendo um problema defensivo da equipe cruz-maltina, desta vez, foi favorável no ataque.

 

Estratégias diferentes

 

Enquanto o Flamengo tinha mais a posse de bola e conseguia impor um bom volume de jogo no campo de ataque, o Vasco ficava mais postado e apostava nas saídas em velocidade.

 

Mudança

 

Após a parada técnica, Rogério Ceni, técnico do Fla, deslocou Everton Ribeiro para a direita e colocou Gerson na esquerda. As mudanças surtiram o efeito, e o Rubro-Negro quase chegou ao empate em uma tabela de Ribeiro com Gabigol, que o camisa 9 finalizou com um chute cruzado.

 

A primeira no Clássico dos Milhões

 

Apesar da melhora no Fla, o Vasco foi a equipe que balançou a rede. Em jogada pela direita, Andrey tentou cruzamento e a bola sobrou para Morato, que achou Cano no meio da defesa rubro-negra. O camisa 14 dominou e bateu para o fundo da rede. Foi o primeiro gol dele contra a equipe da Gávea — tem dois contra o Fluminense e um contra o Botafogo.

 

Ceni faz substituições

 

Atrás no placar, o Fla voltou para o segundo tempo com mudanças. Ceni colocou Vitinho na vaga do volante João Gomes —que foi promovido ao time titular depois de Arrascaeta ser removido da delegação— e Matheuzinho no lugar de Isla. A lateral direita vinha sendo o desafogo do time na etapa inicial, principalmente pelo fato de o lado esquerdo do Rubro-Negro estar mais enfraquecido sem Arrascaeta e com Filipe Luís em noite apagada.

 

Lucão salva

 

A equipe da Gávea demonstrou melhora, e Vitinho assustou ao carimbar a trave ainda nos primeiros minutos. Pouco depois, Lucão fez grande defesa em cabeçada de Bruno Henrique. O Vasco, por sua vez, encontrava espaço, mas falhava na transição entre os setores.

 

Vasco amplia

 

Em um momento que o Flamengo “empurrava” o time do Vasco para trás e rondava a área cruz-maltina, os comandados de Marcelo Cabo conseguiram uma escapada para fazer o terceiro. Galarza lançou Morato, que avançou, cortou Filipe Luis e mandou no canto direito do gol de Diego Alves.

 

Na comemoração, mexeu os braços de forma que fez muito torcedor lembrar do Edmundo.

 

 Foto: André Durão

Foto: André Durão

 

Vitinho faz o de honra

 

Nos acréscimos, Vitinho aproveitou uma oportunidade e balançou a rede, fazendo o gol de honra do Fla.

 

Discussão no fim

 

Logo após o apito final, os jogadores dos dois times discutiram ainda no gramado, mas logo os ânimos acalmaram.

 

FICHA TÉCNICA:
FLAMENGO 1 x 3 VASCO

 

Competição: Campeonato Carioca, nona rodada
Data: 15 de abril de 2021, quinta-feira
Horário: 19h (de Brasília)
Local: estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Bruno Arleu de Araújo
Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Corrêa e Thiago Henrique Neto Corrêa Farinha
Gols: Léo Matos, aos 5 minutos do primeiro tempo; Cano, aos 27 minutos do primeiro tempo; Morato, aos 32 minutos do segundo tempo; Vitinho, aos 49 minutos do segundo tempo
Cartões amarelos: Galarza, Morato, Léo Matos, Marcelo Cabo, Cayo Tenório (VAS); Diego, Gerson (FLA)
Cartões vermelhos: –

 

FLAMENGO: Diego Alves; Isla (Matheuzinho), Bruno Viana, Willian Arão e Filipe Luís; João Gomes (Vitinho), Diego, Gerson e Everton Ribeiro (Rodrigo Muniz); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni

 

VASCO: Lucão, Léo Matos, Ernando, Leandro Castan e Zeca; Andrey (Miranda), Matías Galarza (Carlinhos) e Marquinhos Gabriel; Morato (Cayo Tenório), Gabriel Pec (Bruno Gomes) e Germán Cano (Léo Jabá). Técnico: Marcelo Cabo


FONTE: UOL ESPORTE
 
PUBLICIDADE