08/01/2021 10h12

Vasco empata com Atlético-GO na reestreia de Luxemburgo e deixa zona de rebaixamento

O empate no Estádio Antônio Accioly deixou os goianos na zona de classificação da Copa Sul-Americana

PUBLICIDADE
Foto: Douglas Schinatto/O Popular

Foto: Douglas Schinatto/O Popular

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Atlético-GO e Vasco não saíram do 0 a 0 na noite de hoje (07), em Goiânia (GO), pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O resultado, porém, foi suficiente para o Cruzmaltino deixar a zona de rebaixamento e colocar o Bahia, que ontem (06) perdeu para o Grêmio por 2 a 1.

 

O empate no Estádio Antônio Accioly deixou os goianos na zona de classificação da Copa Sul-Americana. Eles agora ocupam a 12ª colocação.

 

Neste domingo (10) o Vasco tem pela frente o clássico com o Botafogo em São Januário (RJ). Já o Atlético-GO recebe no mesmo dia o Bahia.

 

Reestreia de Luxemburgo

 

Após uma passagem considerada positiva em 2019, Vanderlei Luxemburgo reestreou hoje no Vasco e causou uma boa impressão. Principalmente no primeiro tempo, a equipe apresentou um futebol que praticamente não foi visto durante toda a passagem de seu antecessor, o português Ricardo Sá Pinto. Posse de bola, criação de jogadas e domínio na chamada “segunda bola” foram algumas das características apresentadas e que não se via. Na etapa final, porém, o time cansou, ponto este que sua comissão técnica precisará melhorar, já que é um problema crônico na temporada.

 

Pikachu renasceu?

 

Jogador de confiança de Vanderlei Luxemburgo em 2019, Yago Pikachu foi aposta do treinador mesmo tendo um desempenho muito ruim em 2020. Hoje (7), porém, atuando mais avançado, como um ponta direita, relembrou o Pikachu dos velhos tempos, se infiltrando e levando perigo ao gol adversário. O polivalente jogador pode renascer nas mãos do técnico.

 

Léo Matos em noite ruim

 

Experiente, o lateral direito Léo Matos não esteve em uma boa noite e errou a maioria de suas decisões. De quebra, novamente marcou de forma imprudente — como já havia feito em outras oportunidades no campeonato — e recebeu o terceiro cartão amarelo, ficando suspenso do clássico contra o Botafogo, neste domingo (10), em São Januário.

 

Final alucinante

 

Os minutos finais da partida reservaram muita emoção. Já nos acréscimos, Gabriel Pec recebeu uma bola pela direita, cortou para dentro e chutou no cantinho de Jean, passando rente à trave. No contra-ataque, o Atlético-GO foi para cima, Roberson recebeu na esquerda, fez boa jogada individual, tirou o goleiro Fernando Miguel, mas ficou sem ângulo. Em seguida, ele tocou para o meio e encontrou Janderson, que chutou embaixo do gol, mas Henrique salvou em cima da linha!

 

Ricardo Graça passa mal e volta para o Rio

 

O zagueiro Ricardo Graça sentiu fortes dores abdominais, passou mal e precisou retornar ao Rio de Janeiro acompanhado do médico do Vasco Carlos Fontes. Ele se encontra numa clínica na Zona Oeste (RJ) e passa por uma bateria de exames.

 

Sistema de som eclético

 

O sistema de som do estádio Antônio Accioly agrada a todos os gostos. Antes do jogo, durante a transmissão da Vasco TV, o assessor do clube, Carlos Gregório Júnior, informou que tocaram músicas tanto da banda de rock britânica Iron Maiden quanto do grupo de pagode Raça Negra.

 

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 0 X 0 VASCO

 

Data: 7 de janeiro de 2020, quinta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Competição: Campeonato Brasileiro (28ª rodada)
Local: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO)
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF)
Auxiliares: Daniel Henrique da Silva (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: Daniel Nobre Bins (RS)
Cartões amarelos: Zé Roberto, Ferrareis, Marlon Freitas (ATL); Léo Matos, Juninho (VAS)

 

ATLÉTICO-GO: Jean, Arnaldo (João Vitor), Oliveira, Éder e Natanael; Pereira, Marlon Freitas e Chico (Matheus Vargas); Ferrareis (Janderson), Zé Roberto (Roberson) e Wellington Rato. Técnico: Marcelo Cabo.

 

VASCO: Fernando Miguel, Léo Matos, Werley, Ricardo Graça e Henrique; Bruno Gomes (Marcos Júnior), Léo Gil (Carlinhos) e Juninho (Andrey); Yago Pikachu (Gabriel Pec), Germán Cano e Talles Magno (Neto Borges). Técnico: Vanderlei Luxemburgo


FONTE: UOL ESPORTE

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE