02/06/2021 10h57

Técnico do Figueirense “faz as contas” por classificação na Série C

Após tropeço na estreia, técnico Jorginho já planeja o que precisa para seguir vivo na disputa da Terceirona

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Foto: Patrick Floriani / Figueirense

Foto: Patrick Floriani / Figueirense

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

Fora de casa, o Figueirense não começou bem a disputa da Série C do Campeonato Brasileiro, afinal estreou com uma derrota para o Novorizontino, pelo placar de 1 a 0, no Estádio Jorge Ismael de Biasi, no interior de São Paulo. Apesar do resultado negativo, o técnico Jorginho já deixou o duelo para trás e começou a fazer as contas pela classificação para a segunda fase.

 

Na matemática do comandante alvinegro, o Figueirense tem que chegar aos 30 pontos para não depender de ninguém para avançar e na visão dele, a reabilitação já tem que acontecer na segunda rodada.

 

Para Jorginho, a equipe precisa ser mais agressiva nos próximos jogos, em comparação ao que foi apresentado contra o Novorizontino, para conseguir chegar ao seu objetivo.

 

“Nós temos que fazer, no mínimo, 30. São 10 vitórias em 18 jogos. É muita vitória para pouco jogo. Tem que ser mais agressivo e não pode deixar o time adversário te agredir. É isso que nós erramos. Eu não posso dizer se esse time tem capacidade de acesso, pois mais jogadores vão chegar. Isso é fato. Vamos fazer de tudo para conseguir”, afirmou o comandante.

 

Focado na reabilitação, o Figueirense terá mais uma difícil missão pela frente. Na estreia em casa, que acontece no próximo sábado, o time catarinense recebe o Oeste, no Estádio Orlando Scarpelli, às 16h.

 

O rival ainda não entrou em campo pela Série C já que ainda está disputando o título do Paulista A2 contra o São Bernardo FC, após conseguir o acesso para elite estadual.


FONTE: ESTADÃO CONTEÚDO / VIA: ND+

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOKYOUTUBE E SOUNDCLOUD.
PUBLICIDADE