16/04/2021 11h25

Renato Gaúcho deixa o Grêmio após eliminação na Libertadores

Diretoria do clube definiu encerrar o vínculo com o técnico depois da derrota para o Independiente Del Valle

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Renato Gaúcho vai sair da função de técnico do Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Divulgação)

Renato Gaúcho vai sair da função de técnico do Grêmio (Foto: Lucas Uebel / Divulgação)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O técnico Renato Gaúcho está de saída do Grêmio. A diretoria do clube gaúcho tomou a decisão em reunião nesta quinta-feira (15), um dia após a eliminação na Libertadores para o Independiente Del Valle, do Equador. O Grêmio anunciou em março deste ano a renovação de contrato de Renato até o final da temporada de 2021. O treinador recebia R$ 1,5 milhão de salário, além de bônus por títulos. 

Os jogadores do clube gaúcho, inclusive, já foram avisados antes do treino da tarde que Renato não continuará para a atual temporada. Os dirigentes definiram a mudança de técnico em um encontro presencial entre o presidente Romildo Bolzan e outros representantes da alta cúpula gremista.

 

Renato Gaúcho sofreu uma série de cobranças após a eliminação precoce na Libertadores. Nesta quinta à noite, na Arena, o Grêmio perdeu para o Independiente Del Valle por 2 a 1, mesmo placar do jogo de ida da terceira fase da competição continental. Com o resultado, a equipe gaúcha está fora da fase de grupos.

 

Segundo o GZH, o auxiliar Alexandre Mendes também vai deixar o Grêmio. Ele chegou a treinar o time enquanto Renato esteve afastado por ter testado positivo para Covid-19. Thiago Gomes, técnico do time de transição gremista, deve assumir a equipe principal até a escolha de um novo substituto.

 

Renato deixa o Grêmio após uma passagem de mais de 4 anos – chegou em setembro de 2016. O próximo jogo do time é na sexta-feira (16) contra o Caxias, fora de casa, pelo Gauchão. Com a eliminação na Libertadores, a equipe terá pela frente a disputa da Copa Sul-Americana na temporada 2021.

 

Poderia Renato assumir a Chapecoense?

 

Renato Portaluppi deixa o cargo de técnico do Grêmio – Foto: Reprodução/ND

Foto: Arquivo / Reprodução

Logo após a notícia da saída de Portaluppi, torcedores começaram a especular o destino do profissional. Entre tantos, surgiu até o nome da Chapecoense, o que é uma possibilidade muito remota por inúmeros fatores, entre eles o salário do técnico. 

 

O técnico da Chapecoense, Umberto Louzer, pediu demissão do cargo na quarta-feira (14), após proposta do Sport. No clube, o salário dele girava entorno de R$ 100 mil.

 

Jornalistas esportivos opinam sobre essa possibilidade:

 

Sérgio Badá Badalotti, comentarista do Balanço Geral Oeste: 

 

“O Renato é um técnico totalmente fora da realidade da Chapecoense, o salário dele é mais de R$ 1 milhão, e ele já recusou propostas de salário semelhantes do Atlético Mineiro. Totalmente fora da realidade da Chapecoense.”

 

Fábio Machado, comentarista esportivo do Grupo ND 

 

“A saída do treinador Renato, do Grêmio, é evidente que mexeu com a torcida da Chapecoense. E por que não sonhar com ele no time do Oeste catarinense? afinal na região existe uma grande colônia de descendentes gauchos e haveria uma certa identificação do Renato com o clube. O problema é que o patamar do Renato está muito acima, são pouquíssimos clubes que vão poder bancar ele na sequência da sua carreira. Então ficaria muito difícil a participação dele na Chapecoense. Mas seria um fato relevante e extremamente interessante. Além do salário, acredito que o que mais pesa aí, é que a Chapecoense fica muito longe do litoral, das praias que o Renato tanto gosta de frequentar para praticar seu futevôlei.”  

 

Anderson Rodrigo, setorista da Chapecoense na rádio Condá FM: 

 

“O alto salário e o perfil de jogadores que o Renato costuma solicitar aos clubes que ele trabalha tem um valor de mercado acima da realidade da Chapecoense. A própria maneira que o Renato se relaciona com a imprensa seria um entrave em Chapecó, pois aqui a imprensa tem uma relação próxima e direta com a Chapecoense.”

 

Títulos de Renato no Grêmio

 

  • Copa do Brasil 2016
  • Libertadores 2017
  • Recopa Sul-Americana 2018
  • Gauchão (2018, 2019 e 2020)

 

Números gerais de Renato no Grêmio

 

  • 59% de aproveitamento
  •  308 jogos
  • 161 vitórias
  • 82 empates
  • 65 derrotas

 

Renato no comando tricolor em Gre-Nais

 

  • 20 clássicos
  • 9 vitórias
  • 8 empates
  • 3 derrotas

FONTE: DIÁRIO CATARINENSE – NSC TOTAL / WILLIAN RICARDO E FRANCISCO LUND JUNIOR – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

 

PUBLICIDADE