22/01/2021 16h11

Para seguir acreditando: Figueirense encara o Juventude obrigado a vencer

Figueirense entra em campo na abertura da 37ª rodada da Série B, em Caxias do Sul (RS) e precisa urgentemente dos três pontos

PUBLICIDADE
Figueirense treina no CT do Caxias (Foto: Divulgação/Figueirense)

Figueirense treina no CT do Caxias (Foto: Divulgação/Figueirense)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Figueirense entra em campo nesta sexta-feira (22), na abertura da penúltima rodada da Série B 2020, em duelo contra o Juventude. O encontro está agendado para as 16h, no estádio Alfredo Jaconi.

 

Um dos cânticos do Figueirense, assinalado como Hino da Torcida, abre sua letra com o verbo vencer repetido três vezes. É mais ou menos esse o espírito do Furacão que, mais do que nunca, precisa vencer na Série B para fugir da degola à Terceirona.

 

Como devidamente elucidado pelo ND+ ainda na noite da quinta-feira, existe um cenário – impensado no estádio Orlando Scarpelli, nesse momento – que pode rebaixar o Furacão já ao término dessa que é a 37ª rodada.

 

Para não depender (mais) dos seus adversários, o Figueirense precisa triunfar diante do Juventude, na Serra Gaúcha para, aí sim, secar seus adversários com mais tranquilidade. Ou menos intranquilo, como entender o caro leitor.

 

Além de somar três pontos diante do time gaúcho, Vitória e Náutico, respectivamente, não podem somar pontos. Um deles, pelo menos, precisa ficar sem a vitória para que o Furacão consiga pular da 17ª colocação.

 

O Náutico joga no domingo contra o Cruzeiro, no estádio Independência, a partir das 16h.

 

Já o Vitória entra em campo só na outra terça-feira, no último jogo da rodada, às 21h30, no estádio Barradão.

 

Dúvidas de Jorginho

 

O técnico Jorginho tem algumas dúvidas para o jogo diante do Juventude. Existe a expectativa da volta do experiente Everton Santos, que é atacante de origem, mas vem atuando na lateral direita. Ele foi liberado da partida contra o CRB para acompanhar o velório do pai.

 

Já no ataque, Jorginho pode apostar em um time mais rápido e com isso colocaria Lucas Barcelos no lugar de Geovane Itinga, formando o trio com Diego Gonçalves e Bruno Michel.

 

provável escalação do Figueirense tem: Rodolfo Castro; Everton Santos (Thiaguinho), Alemão, Vitor Mendes e Renan Luís; Geovane, Patrick e Dudu; Diego Gonçalves, Bruno Michel e Geovane Itinga (Lucas Barcelos).

 

Adversário ainda acredita no acesso

 

Se de um lado o Figueirense tenta se reorganizar depois de ter tomado 5 a 1 do CRB na ponta de baixo da tabela, o Juventude também tenta se reequilibrar após uma sonora goleada sofrida diante do Avaí, na Ressacada.

 

O Jaconero foi engolido pelo Leão da Ilha por 5 a 2 e, de quebra, viu sua posição no G4 ser “roubada” pelo CSA.

 

“A derrota foi pesada. Estamos fora do G4, mas continuamos acreditando. É um ponto. Da mesma forma que nós temos que vencer os adversários, eles também têm. Vamos fazer a nossa parte”, disse o centroavante Rafael Grampola.

 

FICHA TÉCNICA

 

Juventude: Marcelo Carné; Wellington Silva, Igor, Augusto e Eltinho; João Paulo, Bochecha e Renato Cajá; Matheus, Rafael Grampola e Rogério. Técnico: Pintado.

 

Figueirense: Rodolfo Castro; Everton Santos (Thiaguinho), Alemão, Vitor Mendes e Renan Luís; Geovane, Patrick e Dudu; Diego Gonçalves, Bruno Michel e Geovane Itinga (Lucas Barcelos).Técnico: Jorginho.

 

Local: estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).Data: 22/01/21.Hora: 16h.

 

Arbitragem: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN); auxiliado por Cleriston Clay Barreto Rios (SE) Vinícius Melo de Lima (RN).


POR: DIOGO DE SOUZA – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE