26/02/2020 20h20

Jovem de Trombudo Central assina com o Athletico Paranaense

O goleiro conta que iniciou logo cedo o contato com o esporte ainda em Trombudo Central

PUBLICIDADE
Facebook

Facebook

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Das brincadeiras com o pai à um contrato com uma equipe de elite do futebol brasileiro. Foi assim com Júlio Miguel Venturi, adolescente de 14 anos natural de Trombudo Central que conseguiu o que muitos garotos da sua idade gostariam: assinar com um time de futebol. Júlio, que atua como goleiro, fechou contrato nesta terça-feira (25) com o clube Athlético Paranaense e passará a integrar oficialmente as categorias de base da equipe.

 

O goleiro conta que iniciou logo cedo o contato com o esporte ainda em Trombudo Central. As competições de nível regional começaram quando Júlio foi convidado a participar da equipe do município de Laurentino. Por lá ele disputou alguns campeonatos e, aos 8 anos despertou interesse do time da ADHering. Na equipe de Blumenau, Júlio disputou por dois anos o Campeonato Estadual de Futsal.

 

Conforme o pai, Juliano Marcelo Venturi, que também é goleiro e compartilha o gosto pela posição com o filho, durante a disputa do Campeonato Estadual de Futsal, um olheiro do Athletico Paranaense demonstrou interesse no atleta.

 

“Aos 11 anos o clube iniciou o monitoramento até o laboratório promovido pelo Athletico na cidade de Brusque”, comentou.

 

Quando o garoto completou 12 anos, pai e filho mudaram para a capital paranaense, foi quando Júlio iniciou sua história junto ao clube. Por lá eles ficaram cerca de dois anos e o garoto participou dos treinamentos na categoria de base e disputou algumas competições. Agora, após assinar o contrato com a equipe, Júlio ficará alojado no Centro de Treinamento do Atlhetico Paranaense.

 

Juliano Marcelo Venturi, que esteve junto ao filho desde o início dos treinamentos, disse que está ajudando a realizar o sonho do filho.

 

“Foram muitas idas e vindas a Blumenau e Brusque. A caminhada é muito longa, mas com os pés no chão nós estamos firmes e se Deus quiser ele vai conseguir se tornar um jogador profissional”, declara.

 

O adolescente afirmou que ser um jogador de futebol sempre foi o seu sonho.

 

“Quero que dê tudo certo para que eu possa jogar no profissional do Athletico”, finalizou.

 

Fonte: DAV/Jorge Matias

PUBLICIDADE