18/09/2021 11h07 - Atualizado em 18/09/2021 11h08

Joinville e Bangu se enfrentam pela vida na Série D

Tricolor recebe o time carioca neste sábado (18), às 15h, na Arena Joinville e só a vitória interessa

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
JEC e Bangu se enfrentam em jogo decisivo e quem vencer avança na Série D (Foto: Caio Almeida / Bangu AC)

JEC e Bangu se enfrentam em jogo decisivo e quem vencer avança na Série D (Foto: Caio Almeida / Bangu AC)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

É dia de decisão na Arena Joinville. Neste sábado (18), a bola rola às 15h para o jogo mais importante do ano para o JEC, que recebe o Bangu uma semana depois do empate em 1 a 1 no Rio de Janeiro. Uma vitória simples garante o Tricolor na próxima fase, um empate por qualquer placar leva a decisão para os pênaltis e uma derrota elimina o JEC em casa e faz ruir uma campanha de sete vitórias e oito empates até aqui.

 

Com o peso de ser o único time invicto em todas as séries do Campeonato Brasileiro e com o peso ainda maior de precisar da vitória para manter vivo o sonho do acesso à Série C, o JEC enfrenta o Bangu com o retorno do lateral-esquerdo Renan Castro, que cumpriu suspensão, do volante Naldo, recuperado de lesão e com a dúvida do capitão Edson Ratinho, que foi liberado pelo Departamento Médico, mas não conseguiu treinar com o grupo durante a semana.

 

Para o técnico Leandro Zago, o time vem muito mais forte do que o jogo no estádio Moça Bonita, na semana passada. “Completos talvez não estejamos, mas muito mais fortes do que no jogo de ida. Sabemos que em um duelo de mata-mata é importante se manter vivo, mas no cenário que tínhamos na semana passada, agora nos percebemos mais fortes, completos, próximos de como fomos na primeira fase”, fala.

 

A arbitragem, claro, foi mencionada pelo comandante tricolor. Com um pênalti não marcado e um gol mal anulado, o JEC chegou a enviar uma reclamação formal à CBF (Confederação Brasileira de Futebol). Neste sábado, o trio de arbitragem é de São Paulo e o árbitro foi elogiado por Zago.

 

É um bom árbitro, já apitou jogos meus, é um cara sério e eu espero que ele tenha uma arbitragem muito melhor do que os últimos colegas tiveram, não podemos ter a irresponsabilidade tida nos últimos dois jogos, que prejudicou os nossos resultados e que pode colocar um projeto de uma grande cidade, de um grande clube, um projeto sério nas mãos de pessoas que podem colocar tudo a perder”, salientou.

 

A pressão de uma decisão existe, mas Zago garante que o time continua com o mesmo foco e o mesmo equilíbrio. Com a mesma postura de encarar todos os jogos como decisão, o comandante diz que o JEC está preparado para a partida. “Nossa equipe está preparada, com força mental para decidir o jogo do primeiro ao último minuto. A nossa equipe está muito preparada para qualquer tipo de cenário que possa acontecer”, finaliza.

 

Provável time titular: Rafael Pascoal; Alison, Fernando, Helerson e Renan Castro; Naldo, Davi Lopes, Renan Oliveira e Chrystian; Paulo Victor e Junior Fialho.

 

Ficha técnica

 

JEC x Bangu

Sábado (18), às 15h

Local: Arena Joinville

Árbitro: Adriano de Assis Miranda (SP)

Assistentes: Fabio Rogério Baesteiro (SP) e Amanda Pinto Matias (SP)



SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOK YOUTUBE.
PUBLICIDADE