04/06/2021 15h40 - Atualizado em 04/06/2021 15h41

Jair Ventura diz que trabalhar na Chapecoense é realização de sonho: “Fiz a promessa em 2016”

Apresentado nesta quinta-feira (03), treinador assume clube na Série A e na Copa do Brasil

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Jair Ventura é o novo técnico da Chapecoense (Foto: Márcio Cunha / ACF)

Jair Ventura é o novo técnico da Chapecoense (Foto: Márcio Cunha / ACF)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

Oficializado como novo treinador da Chapecoense na manhã desta quinta-feira (03), Jair Ventura foi apresentado pela diretoria e falou sobre o convite para comandar o clube na temporada e também dos planos com a camisa verde e branca na Série A do Campeonato Brasileiro e na Copa do Brasil.

 

De acordo com ele, trabalhar no Verdão do Oeste é a realização de um sonho e o cumprimento de uma promessa feita em 2016, dias depois do trágico acidente aéreo com a delegação alviverde na Colômbia.

 

Fico até emocionado de ser apresentado aqui. Não tem como não sentar aqui e não lembrar de tudo o que aconteceu. Quando aconteceu a tragédia, eu estava em um momento maravilhoso na minha carreira. O mundo todo sentiu como se tivesse um parente naquele avião. Não conseguimos mensurar a dor dos familiares. Naquele momento, eu, com meus familiares, fiz uma promessa que um dia eu iria trabalhar aqui. Estou realizando, frisou o treinador.

 

Eu tinha um grande irmão, o Caio Jr., fui auxiliar dele no Botafogo. A minha dor não foi igual dos familiares, mas foi grande, a minha dor foi grande. Estou realizando um sonho. Meu DNA é ser competitivo. Espero ter longevidade e fazer um trabalho com todos. É uma honra estar realizando esse sonho – completou.

 

A estreia de Jair Ventura será no próximo domingo (06), às 18h15 (de Brasília), diante do Palmeiras, na segunda rodada do Brasileirão. Depois da derrota da equipe para o Bragantino, ele mira o resultado positivo fora de casa.

 

– A gente sabe que a vida do treinador não é fácil, sabemos da dificuldade de uma Série A. Estou feliz de jogar mais uma vez a Série A. Teremos um grande adversário, mas temos a nossa força a nossa estratégia e vamos buscar para fazer um grande jogo – projetou.

 

O técnico assumiu o Verdão do Oeste na vaga de Mozart, demitido após a perda do Catarinense para o Avaí, e terá o auxiliar Emílio Faro e o preparador físico Ricardo Henriques na comissão técnica.


FONTE: GLOBO ESPORTE SC

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOKYOUTUBE E SOUNDCLOUD.

 

PUBLICIDADE