08/01/2021 10h56 - Atualizado em 08/01/2021 10h57

Figueirense recebe o CSA com oito reforços; confira

Jogo é decisivo para os dois times que brigam em lados opostos na tabela

PUBLICIDADE
Jogadores do Figueirense em preparação para o duelo decisivo contra o CSA (Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação)

Jogadores do Figueirense em preparação para o duelo decisivo contra o CSA (Foto: Patrick Floriani/FFC/divulgação)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Figueirense entra em campo nesta sexta-feira (08), às 21h30, diante do CSA, no estádio Orlando Scarpelli. Com objetivos opostos nessa reta final de Série B, catarinenses e alagoanos convêm entender que trata-se de um confronto chave para ambas as pretensões.

 

A vontade pode diferir entre as equipes, mas a necessidade é a mesma: vencer. O fato é que apenas um poderá sair com os três pontos da partida.

 

Para o Figueirense, que perdeu para o lanterna Oeste e teve mais sorte que juízo na rodada, é mais uma chance de tentar abrir distância do Z4 da Série B.

 

Com 35 pontos na 16ª posição, o Figueirense faz uma projeção de dez pontos nos 18 restantes. Trata-se de um aproveitamento maior que 50% o que, até aqui, poucas vezes o clube fez na temporada.

 

Para o duelo desta sexta, válido pela 33ª rodada, a comissão técnica terá o reforço de, pelo menos, seis reforços “de peso”.

 

Além de Guilherme Tiago e Diego Gonçalves, que voltam de suspensão, Alemão, Geovane, Dudu e Itinga, recuperados de lesão, treinaram ao longo da semana e são opções. Nonato e Everton Santos foram outras duas novidades no Figueirense.

 

Mais uma “troca” no comando

 

Sem o técnico Jorginho, afastado depois de ter positivado para a Covid-19, o Figueirense terá uma nova troca no profissional que vai ficar na casamata.

 

Trata-se de Lucas Matheus, analista de desempenho, que ficará a frente da equipe. Julian Tobar, técnico do sub-20 que foi a campo na derrota para o Oeste, deverá seguir “um novo desafio profissional”.

 

A informação foi dada, já no início da noite desta quinta, a partir da assessoria de imprensa do Furacão.

 

Visitante se apoia no histórico

 

Se o Figueirense, na parte inferior da tabela, luta para se manter na Série B, o CSA encorpou na reta final e aparece como um dos postulantes a uma das quatro vagas à Série A. São quatro vitórias nos últimos seis jogos.

 

Figueirense é goleada por 3 x 0 pelo CSA; time de Alagoas quer tirar proveito do retrospecto recente sobre o Alveingro – Foto: Andrey de Oliveira/FFC

Figueirense é goleada por 3 x 0 pelo CSA; time de Alagoas quer tirar proveito do retrospecto recente sobre o Alvinegro (Foto: Andrey de Oliveira/FFC)

O azulão de Alagoas, além de mais uma boa campanha na Série B, se ampara em um melhor retrospecto frente ao Figueira: foram quatro jogos entre as equipes com duas vitórias para o CSA, uma vitória do Alvinegro e um empate.

 

O primeiro turno, inclusive, no encontro entre as equipes o resultado foi um sonoro 3 a 0 sobre um Figueirense apático, sob o comando de Elano Blumer.

 

O técnico Mozart não poderá contar com o volante Geovane bem como o zagueiro Rodolfo Filemon. Cléberson, com passagem pelo Figueirense e campeão catarinense com o clube em 2018, deve ser o escolhido.

 

FICHA TÉCNICA

 

Figueirense: Rodolfo Castro; Thiaguinho, Guilherme Tiago, Vitor Mendes e Renan Luís (Brunetti); Geovante, Matheus Neris e Bruno Michel (Dudu); Lucas Carvalho, Itinga e Lucas Barcelos. Técnico: Lucas Matheus.

 

CSA: Matheus Mendes; Norberto, Cléberton, Luciano Castán e Diego Renan; Cedric, Yago (Gabriel) e Nadson; Bilu, Pimpão e Paulo Sérgio. Técnico: Mozart.

 

Local: estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). Data: 08/01/21. Hora: 21h30.

 

Arbitragem: Leo Simão Holanda (CE); auxiliado por Naílton Júnior de Sousa Oliveira (CE) e Eleutério Felipe Marques Júnior (CE).


POR: DIOGO DE SOUZA – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

PUBLICIDADE