07/04/2021 10h57

Em jogo atrasado, JEC encara o Avaí para quebrar a sequência de derrotas

Com duas derrotas consecutivas, Tricolor viaja para quebrar o tabu de não vencer o Leão, na Ressacada, desde 2016

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
JEC precisa quebrar sequência de derrotas e tabu de não vencer Avaí na Ressacada desde 2016 (Foto: Vitor Forcellini / JEC)

JEC precisa quebrar sequência de derrotas e tabu de não vencer Avaí na Ressacada desde 2016 (Foto: Vitor Forcellini / JEC)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Mais um tabu para ser quebrado. O JEC entra em campo nesta quarta-feira (07), com a missão de interromper a sequência de duas derrotas consecutivas e mais, vencer o Avaí, na Ressacada, feito que não consegue desde 2016. A bola rola às 21h30 para o jogo atrasado da quinta rodada do Campeonato Catarinense.

 

Uma vitória pode levar o Tricolor à terceira posição na tabela de classificação, mas uma derrota complica a vida do time que tem outro clássico já no fim de semana. O JEC vem de derrota para a Chapecoense na Arena Joinville e o Avaí venceu o Metropolitano fora de casa. Na classificação, igualdade. Os dois times estão com 11 pontos, mesmas três vitórias, dois empates e duas derrotas, mas os seis gols sofridos pelo Coelho nas duas derrotas pesaram para um saldo negativo e o coloca atrás do Leão.

 

O técnico Felipe Sampaio exaltou os donos da casa, mas ressalta que o sentimento pela derrota na última rodada pode ser o combustível extra para que o JEC consiga superar o Leão em Florianópolis. “A equipe do Avaí é de muita experiência e qualidade técnica, mas vamos buscar fazer um grande jogo, ser uma equipe competitiva e, com a bola, jogar, fazer fluir, tentar superar as expectativas e pontuar bem. Estamos todos chateados com o resultado e com razão. O placar nos incomodou e esse ímpeto nos fará buscar algo diferente, algo forte contra eles. É um grande jogo”, diz.

 

Sem resultados positivos para a Covid-19, o JEC terá o desfalque do zagueiro Yago, que continua em transição, do lateral esquerdo Vinicius Freitas, que se recupera de uma lesão na coxa e do volante Banguelê, expulso na última partida. Em contrapartida, conta com o retorno de Davi Lopes, que cumpriu suspensão e retorna à equipe.

 

A expectativa é de mudanças na equipe. O atacante Luquinhas, recuperado, deve voltar ao time titular. Apesar dos pedidos da torcida, o meia Yann Rolim ainda não tem condições de atuar como titular e deve pintar na equipe durante a partida. “Ele ainda não tem condições de 90 minutos e o que temos para ele é muito além de uma titularidade. Vamos recuperá-lo com o devido cuidado para quando chegar o momento certo, com segurança, ele possa iniciar a partida. Isso vai ocorrer no momento certo”, reforça Felipe.

 

Com uma sequência dura, o técnico é taxativo ao dizer que o time pensa em um dia de cada vez. Depois de enfrentar o Avaí, o Tricolor tem o Figueirense pelo Estadual, o Atlético-GO pela Copa do Brasil e volta a disputar o Catarinense contra o Brusque.

 

“Pensamos um jogo de cada vez. Agora o foco é somente no Avaí, que é o que mais importa para nós”, finaliza.

 

Provável equipe titular

 

Fabian Volpi; Edson Ratinho, Jaques, Fernando e Renan Castro; Diogo Santos, Davi Lopes e Diego; Luquinhas, Gustavo Ermel e Alison Mira

 

Ficha técnica

 

Avaí x JEC

Quarta-feira (07), às 21h30

Local: Estádio da Ressacada

Árbitro: Ramon Abatti Abel

Assistentes: Alexandre de Medeiros Lodetti e Gizeli Cesaril


POR: DRIKA EVARINI – ND+

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

 

PUBLICIDADE