22/05/2020 11h49

Cássio comenta sobre final de carreira e abre o jogo sobre voltar a atuar na Europa

Ídolo do Corinthians disse que não tem a ambição de voltar a jogar no Velho Continente

PUBLICIDADE
Cássio comentou sobre a possibilidade de voltar para a Europa - GettyImages

Cássio comentou sobre a possibilidade de voltar para a Europa - GettyImages

PUBLICIDADE
Delta Ativa

Atualmente, com 32 anos, Cássio já está começando a pensar como será seu futuro. O goleiro ainda tem mais dois anos e meio de contrato com o Corinthians, mas, espera que este vínculo seja estendido até o momento em que ele decida pendurar as chuteiras.

 

Durante um bate-papo na live feita pela Corinthians TV, o protagonista da conquista do Mundial de Clubes revelou que não tem a pretenção de voltar a atuar na Europa, justamente pelo fato de que vê sua carreira tendo um fim dentro do time que tem tanto apreço e carinho que é o Alvinegro do Parque São Jorge.

 

“Tem pessoas que estão há mais de 40 anos lá, é um ambiente muito bom de trabalho. Não tenho essa ambição de voltar para a Europa. Me sinto muito à vontade no Corinthians, e feliz. Se Deus quiser vou conseguir encerrar a carreira no Corinthians. Mas é viver ano a ano, ajudar o Corinthians  e conquistar títulos”, disse o arqueiro.

 

Ainda no assunto, Cássio comentou sobre a estrutra do clube, dizendo que permite com que ele pense em atuar por mais alguns anos. Além de enaltecer o que é oferecido para os jogadores, ele fez questão de citar os funcionários do clube, os quais ele tem um grande apreço.

 

“Falta bastante tempo, tento viver o momento. Tenho mais dois anos e meio de contrato com o Corinthians. Lógico, você cria uma história no clube. O Corinthians é muito bem estruturado. Tem um centro de treinamento muito bom, tem pessoas que trabalham lá de excelente qualidade, que você tem respeito por todos”, finalizou.

 

Pelo Time, Cássio já atuou em mais de 400 partidas, sem falar nos nove títulos já conquistados, como a Libertadores da América e o Mundial, sendo os dois mais expressivos. Em ambos, ele teve participações fundamentais para levantar as taças.

 

Fonte: Sportbuzz

PUBLICIDADE