30/07/2020 09h09

Brusque recebe o Joinville com invencibilidade imensa no Augusto Bauer

Marreco volta a jogar em casa 144 dias depois de sua última partida no estádio

PUBLICIDADE
Fonte: O Município

Fonte: O Município

PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Brusque recebe o Joinville às 18h desta quinta-feira, 30, pelo jogo de volta das quartas de final do Campeonato Catarinense. Será o primeiro jogo do Marreco no Augusto Bauer desde o empate com o Concórdia em 1 a 1, em 8 de março. A equipe garante a vaga nas semifinais com um empate, e derrota com um gol de diferença leva o confronto aos pênaltis.

 

Jerson Testoni não poderá contar com o lateral-direito João Carlos, que se recupera de lesão sofrida ainda no jogo de ida. O atacante Fio, que não joga desde 13 de outubro, estava a caminho da recuperação da lesão no joelho esquerdo, mas uma piora tirou qualquer possibilidade de ser opção contra o JEC.

 

“Fizemos uma apresentação muito equilibrada em Joinville, com muita intensidade. Estávamos muito bem psicologicamente, a parada nova foi sentida, o jogador não gosta de ficar muito tempo sem jogar. E não podemos fazer jogos-treinos, é só na base dos treinamentos. Mas nosso grupo é experiente e focado, e espero que tenhamos aproveitado estas semanas, ou pelo menos feito a manutenção do desempenho do dia 9”, comenta o técnico.

 

A escalação deve ser composta por Zé Carlos; Edílson, Ianson (Cleyton), Everton Alemão, Aírton; Rodolfo Potiguar, Zé Mateus; Marco Antônio, Thiago Alagoano, Alex Sandro; Edu. Por conta da situação de exceção, são permitidas cinco substituições.

 

Caso a volta do futebol permaneça e o Brusque siga passando de fase, terá jogos com intervalos muito curtos, inclusive na Série C do Brasileiro. Para Testoni, se os adversários também possuem a sequência, as dificuldades se igualam. O técnico vê o elenco preparado e espera que o trabalho físico evite grandes quantidades de lesões por conta do calendário apertado.

 

No Joinville, o zagueiro Charles é dúvida por uma gripe e pode dar lugar a Eduardo Melo. O time do técnico Fabinho Santos deve ir a campo com Dalberson; Edson Ratinho, Charles, Edson Borges, Mayk; Trindade, Kadu, Lucas de Sá; Luquinhas, Romarinho e Adriano.

 

Até o fechamento desta matéria, não foram feitos anúncios oficiais por parte dos clubes sobre os testes para Covid-19. Quem tiver resultado positivo será afastado por 14 dias, de acordo com o novo protocolo do governo de Santa Catarina e da Federação Catarinense de Futebol.

 

Alçapão

 

O Brusque não perdeu nenhuma das seis partidas disputadas no Augusto Bauer em 2020. Foram quatro vitórias, sobre Joinville, Sport, Juventus e Remo. Os dois empates foram em 1 a 1, contra Tubarão e Concórdia, equipes que lutam contra o rebaixamento no Catarinense.

 

Ao todo, são 15 gols marcados e oito sofridos (quatro deles na vitória por 5 a 4 sobre o Joinville). Nesta passagem como técnico do Brusque, Jerson Testoni não foi derrotado no Augusto Bauer.

 

A última derrota do Marreco em casa foi em 29 de setembro de 2019: 2 a 1 para o Fluminense de Joinville, pela sexta rodada da Copa Santa Catarina. Desde então são 10 vitórias e dois empates.

 

O jogo desta quinta-feira, 30, é o primeiro do Augusto Bauer com portões fechados em 2020.

 

Acompanhe em tempo real

 

Você pode acompanhar a partida entre Brusque e Joinville em omunicipio.com.br e omunicipiojoinville.com com a descrição dos lances em tempo real. O pré-jogo começa às 17h30.

 

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar AQUI.

PUBLICIDADE