05/03/2021 11h54

Morre o arquiteto Manoel Coelho, criador do escudo do Criciúma

Ele tinha 80 anos e lutava contra um câncer na bexiga e no fígado

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
PUBLICIDADE
Delta Ativa

O Criciúma Esporte Clube publicou nota nesta sexta-feira (05), lamentando a morte do arquiteto Manoel Coelho, criador do escudo do clube e que perdeu a vida nessa quinta-feira (04), em Curitiba. Ele tinha 80 anos, lutava contra câncer na bexiga e no fígado e morreu em casa em função de complicações das doenças. 

 

O escudo foi criado para utilização da administração do ex-prefeito de Criciúma, Altair Guidi, e o clube utilizou posteriormente. Além da logomarca, Coelho foi responsável por importantes obras da cidade, entre elas o Paço Municipal Marcos Rovaris, o Teatro Municipal Elias Angeloni e o calçadão da Praça Nereu Ramos. Em homenagem, o bandeirão do estádio Heriberto Hülse ficará a meio mastro nesta sexta-feira.

 

Confira a nota do clube:

 

O Criciúma Esporte Clube lamenta profundamente o falecimento de Manoel Coelho, arquiteto que criou o escudo do Tigre. Ele faleceu nesta quinta-feira (04/03), em Curitiba, aos 80 anos.

 

O escudo foi criado para a administração do ex-prefeito Altair Guidi, e o clube acabou utilizando posteriormente. Além da logomarca, Manoel Coelho foi responsável pelas principais obras da cidade de Criciúma, entre elas o Paço Municipal Marcos Rovaris, o Teatro Municipal Elias Angeloni e o calçadão da Praça Nereu Ramos.

 

O clube presta condolências aos amigos e familiares de Manoel Coelho. O bandeirão do estádio Heriberto Hülse ficará a meio mastro nesta sexta-feira (05/03).


FONTE: PORTAL ENGEPLUS

Participe de um dos nossos grupos no WhatsApp e receba diariamente as principais notícias do Portal da Educadora. É só clicar aqui.

 

PUBLICIDADE