09/06/2021 14h44 - Atualizado em 09/06/2021 14h45

Dia Nacional do Tenista: relembre momentos inesquecíveis da carreira de Guga Kuerten

O atleta catarinense Gustavo Kuerten é conhecido até hoje como o melhor tenista do país e um dos melhores do mundo

PUBLICIDADE
Assistência Familiar Alto Vale
Guga Kuerten, tenista nascido em Florianópolis que se tornou sucesso mundial (Foto: André Boccone / Divulgação)

Guga Kuerten, tenista nascido em Florianópolis que se tornou sucesso mundial (Foto: André Boccone / Divulgação)

PUBLICIDADE
Delta Ativa

RECEBA NOTÍCIAS NO SEU WHATSAPP

CLIQUE AQUI

 

O dia do tenista é comemorado nesta quarta-feira (09) em todo Brasil. Santa Catarina possui um nome histórico para a modalidade, Gustavo Kuerten, o Guga. Mesmo já aposentado, Guga é considerado até os dias de hoje o maior tenista do Brasil e um dos melhores do mundo. Em quadra, o catarinense nascido em Florianópolis, colecionou títulos e momentos marcantes e para comemorar este dia tão especial, vamos relembrar cinco momentos inesquecíveis de Guga.

 

Título de Roland Garros

 

Este é sem dúvida alguma o momento mais inesquecível da carreira de Guga no tênis. Em 1997, o catarinense ainda era mais um lista da categoria masculina e tinha pelo seu caminho nomes com mais força e ranking. Mesmo assim, fez jogos históricos e chegou a final, contra o espanhol Bruguera, saindo vencedor e conquistando o primeiro título brasileiro na modalidade.

 

Guga e o troféu do seu primeiro título em Roland Garros

Guga e o troféu do seu primeiro título em Roland Garros: há 24 anos (Foto: Getty Images / Divulgação)

 

Primeiro Masters 1000

 

Dois anos depois do primeiro título, Guga já havia se estabelecido entre os nomes mais fortes do tênis mundial. O objetivo agora era conquistar o inédito Masters 1000 de Monte Carlo. Em 1999, o catarinense chegou a final da competição e venceu o chileno Marcelo Ríos, que já havia sido o número 1 no ranking masculino da modalidade. 

 

Número 1 do mundo

 

Guga se tornou, em 2000, o primeiro tenista latino-americano a fechar o ano como número 1 do mundo. Isso veio após um período vencedor, no qual tem destaque o título, também inédito, do Mastes 2000, atual ATP Finals, que reúne os tenistas mais bem rankeados. Kuerten enfrentou o americado Andre Agassi e venceu por 3 a 0 e se consolidou de uma vez por todas no esporte.

 

Terceiro Roland Garros

 

O torneio disputado em Paris, na França, sem dúvidas era o preferido de Guga. Ao final da carreira, o tenista conquistou três títulos na quadra de saibro parisiense. O terceiro se torna marcante, pois após vencer o espanhol Alex Corretja, por 3 sets a 1, o catarinense desenhou um coração na quadra e deitou no meio dele. A explicação foi que aquilo era para mostrar o quanto ele amava o tênis, Paris e o torneio.

 

Duelo com o melhor do mundo

 

De certa forma, Roland Garros parecia sempre reservar momentos importantes para carreira de Guga. Desta vez, não foi com vitória ou título, mas o duelo com Roger Federer, em 2004, foi marcante para trajetória do catarinense. Federer estava no início de carreira e ninguém poderia imaginar que o suiço se tornaria o tenista mais vencedor da história da modalidade.


POR: DANIEL NOGUEIRA – HORA DE SANTA CATARINA / NSC TOTAL

SIGA AS REDES SOCIAIS DA RÁDIO EDUCADORA: INSTAGRAMFACEBOOKYOUTUBE E SOUNDCLOUD.
PUBLICIDADE